top of page

"A Batalha da Rua Maria Antônia", de Vera Egito, é o grande vencedor do Festival do Rio

“A Batalha da Rua Maria Antônia”, filme dirigido por Vera Egito com produção da Paranoid e Globo Filmes, venceu o prêmio de melhor filme de ficção na 25ª edição do Festival do Rio. O longa, que retrata em 21 planos sequências o emblemático episódio de resistência estudantil ao regime militar, levou o troféu no circuito Première Brasil, dedicado a produções nacionais.


“É muito importante o filme ganhar esse destaque em seu lançamento no Festival do Rio. ‘A Batalha da Rua Maria Antônia’ é uma história que precisa reverberar pelo Brasil. Precisamos manter a memória da ditadura viva, especialmente em um momento em que a sanha autoritária está à espreita”, comenta a diretora Vera Egito.

Confira aqui o trailer

A obra traz momentos da noite de outubro de 1968 que ficaram conhecidos como “Batalha da Rua Maria Antônia". 21 planos sequências trazem a tensão e os conflitos vividos por professores e estudantes do Movimento Estudantil de Esquerda, no prédio da Faculdade de Filosofia da USP, que montaram uma vigília para garantir a votação no pleito do movimento estudantil em plena repressão da ditadura militar. Eles enfrentam os ataques do Comando de Caça aos Comunistas vindos do outro lado da rua, da Universidade Mackenzie. Quando o confronto explode, gritos, molotovs, pedras, paus e bombas caseiras são atiradas, e as 24 horas vividas com a paixão da juventude dos anos 60, em defesa de um ideal, se misturam com a iminência da invasão dos militares ao prédio da USP.


O filme também está confirmado na 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em outubro. Internacionalmente, a produção foi selecionada para o 30º Festival de Cinema de Austin, 59º Festival Internacional de Cinema de Chicago, 68º SEMINCI - Semana Internacional de Cine de Valladolid e Festival Jio MAMI Mumbai 2023


Fotos: Manoela Estelita


Ficha Técnica

Roteiro: Vera Egito

Direção: Vera Egito

Produtores: Egisto Betti | Heitor Dhalia | Manoel Rangel

Produção Executiva: Diana Almeida | Luciano Salim

Produção Associada: Diana Almeida | José Alvarenga Jr.

Direção de Fotografia: William Etchebehere

Direção de Arte: Valéria Costa

Produção de Elenco: Anna Luiza Paes

Montagem: Julia Zakia

Técnico de Som: Juliano Zoppi

Desenho de Som e Mixagem: Martín Grignaschi (MPSE) (A3pS) | María Florencia Gonzalez Rogani

Trilha: Antonio Pinto


Elenco:

Pâmela Germano (Lilian)

Isamara Castilho (Angela)

Caio Horowicz (Benjamin)

Julianna Gerais (Maria Elena)

Philipp Lavra (Antônio)

Gabriela Carneiro da Cunha (Leda)

Apoios e Parcerias:

Coprodução: Paranoid e Globo Filmes

Distribuição: Imagem Filmes

Realização: BRDE, FSA e ANCINE

Apoio: Secretaria de Justiça e Cidadania, Governo do Estado de São Paulo, SPCine, São Paulo Film Commission

Sinopse

Outubro de 1968. Durante a ditadura brasileira, estudantes e professores do Movimento Estudantil de Esquerda enfrentam ataques do Comando de Caça Comunista vindos do outro lado da rua, numa noite crucial conhecida como A Batalha dos Estudantes.

Commenti


bottom of page