top of page

Alok condecoração do TST em reconhecimento aos serviços prestados à sociedade

Alok esteve em Brasília para cumprir dois compromissos: fez um super show no festival "Na Praia” (7 de setemnro) e na tarde de sexta-feira (08) foi recepcionado pelo Presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ministro Lélio Bentes Corrêa, sendo condecorado no grau Grande Oficial, em razão de sua atuação social no terceiro setor.

Filantropo de reconhecimento internacional, um dos maiores doadores no Brasil e personalidade que figura na lista das pessoas mais influentes da América Latina, Alok recebeu a Ordem do Mérito Judiciário Trabalhista (OMJT), honraria existente desde 1970 e que já foi oferecida a autoridades como o Ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida, e ao prêmio Nobel da Paz de 2014, Kailash Satyarth.


A Cerimônia de Outorga aconteceu com a presença de quase setecentas pessoas no Plenário Ministro Arnaldo Süssekind, e destacou os trabalhos do Instituto Alok na promoção de projetos de transformação social especialmente na área da infância e adolescência, além de sua aliança com os povos indígenas.

Alok respondeu a perguntas do Presidente do TST e dos estudantes sobre suas motivações filantrópicas. Ao final da solenidade, ao som de Hear me Now, o artista foi abraçado por dezenas de ministros que levaram seus filhos e netos ao Tribunal, e não economizou tempo para fotos com os jovens do projeto "Escola Livre" do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente do DF (CEDECA), do Centro Salesiano do Aprendiz (CESAM), da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Distrito Federal (APAE/DF) e estagiários do TST.


Romana Novais, médica e co-fundadora do Instituto Alok, recebeu flores da esposa do Presidente do Tribunal, Maria Goretti Corrêa.

Sobre o Instituto Alok

Criado há três anos, o Instituto Alok já se destaca no cenário da filantropia brasileira, estabelecendo parcerias para o investimento em ações e projetos que fortalecem o desenvolvimento humano (apoio à educação e saúde de crianças), a segurança alimentar e o empreendedorismo (com ênfase para a geração de oportunidades para jovens e mulheres da população negra).

Notadamente, Alok e seu Instituto têm prestado relevante contribuição também às causas indígenas e à difusão da cultura dos povos originários, em especial a música. No início do próximo ano, lançará o álbum O Futuro é Ancestral com músicas em co-criação com artistas de sete distintas etnias.

O artista já doou cerca de R$15 milhões a projetos sociais no Brasil, através do Instituto Alok.

bottom of page