top of page

Arte de rua ganha o palco do Teatro Margarida Schivasappa

É isso mesmo, o carimbó de rua chega ao palco do teatro com o show “A arte do Mangueio”,  projeto selecionado no edital Cultura Livre da Fundação Cultural do Pará,  que será apresentado nesta quinta, 15, às 19h, com o lançamento do single “Mangueio no Veropa”. Entrada gratuita.



Presente no cotidiano das grandes cidades, a arte de rua na Amazônia ganha aspectos regionais, levando para o dia a dia da população da região metropolitana de Belém, um pouco da cultura popular paraense. 

Dentro desse contexto, temos o Carimbó de Rua, que se sustenta por meio de uma outra arte, a do Mangueio que, para quem não sabe, é uma expressão usada pelos artistas de rua e que significa garantir uma remuneração consciente para o trabalho desenvolvido. 

É essa cultura de difusão e salvaguarda da nossa identidade amazônida, suas vivências e características, que "A Arte do Mangueio", projeto proposto pelo músico Gabiru Cigano, do grupo Carimbó Selvagem, traz ao palco de um teatro, ao acessar, pela primeira vez, a política pública de fomento à cultura, por meio do Edital Cultura Livre. 



O repertório do show traz ainda canções autorais que expressam a sonoridade e identidade do Carimbó de rua, além de composições de carimbozeiros da atualidade, passando por homenagens aos mestres da cidade como Cuité da Marambaia, Lourival Igarapé, Dimmi Paixão, entre outros. 

O show também lança o single “Mangueio do Veropa”, composição de Gabiru Cigano e Flor de Mururé. O single foi gravado no “estúdio Torto” do músico e produtor Reiner e mixado e masterizado por Pratagy, ambos do selo Caquí. Em breve estará disponível em todas as plataformas digitais da música.


“A rua é a base do nosso trabalho, onde o suor primordial cai enquanto tocamos. O Ver O Peso é parte da nossa história e é em  frente do Solar da Beira, que tem sido nosso mais pulsante e fértil palco. Estar na rua trouxe e traz muita energia e material para o nosso trabalho, ter acesso a políticas públicas é fundamental para dar possibilidades de levar toda a vivência e energia que trocamos nas ruas e ocupações para além desses espaços,  é necessário ainda políticas voltadas para arte de rua e cada oportunidade precisa ser aproveitada”, diz Gabiru Cigano.

Além de Gabiru Cigano, realizam também o projeto Astrum Zion, Luan Monteiro, Heron Rodrigues, Jadson Maiandeua, membros oficiais do Carimbó Selvagem, além de músicos e artistas convidados, contando com a direção artística de Andrey Alves e fotografia de Sávio Lima.



Serviço

Show “A arte do Mangueio” - Projeto selecionado no edital Cultura Livre da Fundação Cultural do Pará. Apresentação dia 15 de fevereiro, às 19h, no Teatro Margarida Schivasappa – Centur - Av. Gentil Binttencourt, 650, Batista Campos). 

Ficha Técnica

Participação especial: Gleidson Carreira ( Percussionista) e Mestre Cuité da Marambaia

Figurino e adereços: Akha.art

Direção Artística: Andrey Alves

Arte Gráfica: Henrique Lobato

Selo Discográfico: Caqu

Vídeo Mapping: Sidou

Produção Executiva: Gabiru Cigano

Promoter: Astrum Zion

Agradecimentos: Márcia Mendes

Comments


bottom of page