ATITUDE 67 grava DVD com participações de Mumuzinho, Menos É Mais, Matheus Fernandes

A banda Atitude 67 gravou seu novo álbum audiovisual, no Rio de Janeiro, que contou com a presença de diversas celebridades e amigos. Repleto de canções autorais e releituras de sucessos dos campo-grandenses e de grandes artistas, o projeto que recebe o nome de “Sempre Foi Pagode” - para reafirmar o ritmo que move suas raízes e seus integrantes - contou com as participações especiais dos amigos Mumuzinho, Menos é Mais, Matheus Fernandes e Ferrugem. O projeto também é a nova label da banda, que vai rodar o país todo com a festa “Sempre Foi Pagode”.

Com uma sonoridade mais popular, mas sem perder o DNA do A67, a banda escolheu músicas de diversos estilos, que são parte de sua essência, tudo orquestrado com maestria por Bruno Cardoso e Lelê. O repertório do novo álbum vem recheado de uma mistura entre músicas inéditas, regravações e hits do A67.


Estão presentes no repertório sucessos da banda, como “Cerveja de Garrafa”, “Deus Abençoe o Rolê” e “Saideira”. Ao lado de Mumuzinho, o sexteto interpretou o medley “Selinho/Abandonado”; com os amigos do Menos é Mais o A67 tocou “Me Chama de Copo”; já Matheus Fernandes dividiu os vocais com a banda em “Liquidificador”; enquanto Ferrugem interpretou com o Atitude 67 a música “Pelada”, entre outras surpresas.

O local escolhido para o registro foi o PALMA Gastrobar, que fica no bairro do Itanhangá, na zona oeste do Rio de Janeiro. O cenário mega colorido trouxe leds e neons espalhados pela estrutura que envolve o palco, que também tem um formato diferente e inovador e deixou o público ainda mais próximo do A67 e seus convidados.

Por muitas vezes serem questionados quanto ao estilo musical da banda – “É pagode?”, “É pop rock?”, “É reggae?” – eles escolheram batizar o novo trabalho para frisar que sim, “Sempre Foi Pagode”, mas é o pagode do A67. Pedrinho, Rege, Leandro, Karan, GP e Eric adicionam o tempero da banda nos arranjos de todas as canções, que têm instrumentos característicos do ritmo, como pandeiro, rebolo e reco-reco.

Sempre Foi Pagode” tem direção geral de Diogo Duílio, direção de foto e vídeo de Phill Mendonça, produção musical de Bruno Cardoso e Lelê. O cenário e a arte são assinados por Cenolab, enquanto o conceito gráfico do projeto é assinado por Allyne Caminoto, diretora de arte da GTS/Universal Music.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square