top of page

Cairu é homenageada na Alepa pelos seus 60 anos de fundação


A sorveteria Cairu, consagrada como uma das 50 melhores do mundo, recebeu uma homenagem na Assembleia Legislativa do Pará. A data marca os 60 anos do empreendimento, comemorados no último mês de agosto.

A sessão especial ocorreu na última quinta-feira, 26, e foi proposta pelo deputado Gustavo Seffer. O momento ocorreu no auditório João Batista e reuniu Rute Laiun dos Santos, Maria de Nazaré Laiun Valério, Maria do Socorro Henriques Laiun, Renee Laiun Valério, Roberto Valério Bino, Edilson Laiun, Rachel

Laiun e Cristina Laiun. Além deles, alguns colaboradores da sorveteira estavam presentes.



A Cairu atualmente tem 13 lojas próprias e gera mais de 200 empregos formais, mais centenas de outros informais. "Uma das coisas que a gente gosta de destacar sempre, é que a nossa produção é feita a partir dos frutos amazônicos, que são comprados do pequeno empreendedor, do fruteiro, assim como faziam os nossos pais", explicou Rute Laiun.



A produção mensal da emprensa varia de quatro a cinco toneladas de massa mensais. "Atualmente temos 54 sabores, que proporcionam aos nosso consumidores literalmente uma experiencia gastronômica. Podemos falar economicamente de como a Cairu é ativa no Estado e o quanto isso fomenta financeiramente o Pará, mas o que sempre destacamos, é como os nossos sabores fazem parte da vida de cada paraense, marcando momentos e memórias afetivas, isso é o mais nos orgulha", disse Roberto Bino.

"É importante falar também o quanto a Cairu se tornou um patrimônio do Pará, o nosso povo leva o nome da sorveteria para qualquer canto do mundo, indica sabores. E tem mais, muitas pessoas quando chegam aqui, já querem logo experimentar um sorvete da Cairu, como personalidades, políticos, celebridades, dentre outros. Viramos uma referência dos verdadeiros sabores paraenses", acrescenta.



Atualmente, um dos sorvetes mais consumidos é o Carimbó, que é tão jovem, com pouco mais de cinco anos, e já ganhou esse status. A união entre o sorvete de cupuaçu, doce de cupuaçu e castanha-do-Pará, todos extraídos produtos nativos Amazônico, conquistaram a disputa do "Gelato Festival World Masters", colocando a Cairu na lista das 50 melhores sorveterias do mundo.

"Foi com imensa satisfação que todos nós, colaboradores em geral, recebemos essa homenagem proposta pelo deputado Gustavo Seffer, a quem eu estendo meus agradecimentos. Posso dizer que a Cairu lutou muito par chegar até aqui, sendo uma empresa genuinamente paraense e oferecendo aos seus clientes sorvetes com sabores e frutas oriundos da região amazônica", disse Renee Valério, uma das diretoras da empresa.


FOTOS: OSEAS SANTOS

Commenti


bottom of page