Casa Namata recebe exposições de Bob Menezes, Petchó e Kaio Sauma

A Casa Namata, complexo de espaço de paisagismo, loja colaborativa, exposições e café, lançou as exposiçõesv de três artistas paraenses. Os temas abordam a necessidade de inserção do negro com “OCUPAÇÃO” do artista Petchó Silveira. Já o fotógrafo Kaio Sauma apresenta a ancestralidade de povos amazônidas da América Latina na exposição “Cosmovisão; forças da natureza”. O veterano fotógrafo Bob Menezes apresenta o universo alternativo do Círio com a exposição “Seres do Auto”.

Segundo a diretora do espaço, Ana Carla Feitosa, é fundamental democratizarmos a arte e inseri-las nesses espaços de consumo que estão mais próximos das pessoas. “É importante que a arte esteja nos museus, mas tornar os espaços de consumo e no nosso caso de slow living que fazem parte do nosso dia-dia é uma maneira de garantir a existência da nossa arte e dos nossos artistas.


EXPOSIÇÃO OCUPAÇÃO DE PETCHÓ SILVEIRA A exposição traz algumas obras inéditas que apresentam as memórias, histórias e existência do artista de sua história, de sua vivência, de sua existência, transportando para telas personagens, mensagens e memórias de tudo aquilo que o cerca, que experimenta, que vê e que sente, transformando tais emoções e sensações na voz que permeia seus trabalhos. Segundo o curador Thiago de Souza, “os personagens retratados por Petchó nos instigam, nos provocam e nos questionam acerca das inquietações contemporâneas que margeiam nossa sociedade”.

EXPOSIÇÃO COSMOVISÃO; FORÇAS DA NATUREZA DE KAIO SAUMA

A exposição de Kaio Sauma reflete suas experiências com povos originários da América Latina, Telas, cocar, fotos e objetos compõem o universo da exposição que teve vernissage na última sexta, 09, com experiência imersiva com sons ancestrais, música experimental e defumação na Casa. Utilizando o pensador Krenak Ailton, o artista revela um dos pontos de partida de seu trabalho:“São os lugares sagrados da terra; os rios as montanhas; nesses lugares a terra repõe as suas energias para continuar a sua jornada. Nós precisamos zelar por esses lugares; cuidar desses lugares como cuidamos da nossa própria vida; e assegurar que as vozes que estão trazendo essa palavra;

EXPOSIÇÃO SERES DO AUTO DE BOB MENEZES

A exposição de Bob Menezes gera reflexão a trazer ao primeiro plano personagens, muitas vezes, invisibilizadas na maior procissão mundo. São os participantes do Auto do Círio, programa de extensão da Escola de Teatro e Dança da Ufpa que encena nas ruas do centro de Belém um espetáculo em que os artistas paraenses mostram sua devoção a virgem de Nazaré por meio da arte. Segundo Menezes, “em outubro a gente de Belém se deixa tomar de místicos sentimentos; afinal é mês do Círio. Todos os seres que nos habitam, os do bem e do mal também. Comprovante da nossa humanidade, se rendem diante da possibilidade da interseção de Maria.

As exposições são abertas ao público e o acesso ao espaço de exposição são gratuitos.



Serviço:

Casa Namata

Av. Conselheiro Furtado, 287.

Horário de funcionamento:

Segunda a sábado: 10h às 23h

Domingos e feriados: 08h às 23h

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square