top of page

Celebração marca o início da execução das obras de Restauração da Basílica

A Basílica Santuário de Nazaré, erguida há mais de 100 anos, tombada pelo Patrimônio Histórico do Estado do Pará, com seu estilo arquitetônico, neoclássico e eclético, passará por uma minuciosa obra de restauração e conservação. A restauração do Santuário será um marco importante, pois será a primeira vez que o centenário prédio religioso passará por uma recuperação total. Para celebrar o início dos trabalhos, uma Missa será realizada, na terça-feira, (28), às 18h, com a benção dos profissionais que estarão envolvidos no projeto de restauração do Santuário.

A cerimônia é em ação de graça pelo início de execução das obras e será presidida pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira. Estarão presentes representantes do Instituto Cultural Vale, patrocinador do projeto, via Lei Federal de Incentivo à Cultura; Link da Amazonia, empresa responsável pela execução da obra, o pároco da Basílica, Padre Francisco Maria Cavalcante, o reitor da Basílica Santuário, Padre Francisco Assis e diretoria da Festa, representado pelo Diretor Coordenador do Círio, Antonio Massoud Salame.



Durante a solenidade, serão abençoados, de forma representativa os capacetes de todos os envolvidos nas obras do projeto de restauro. Os capacetes foram todos padronizados com o símbolo dos cem anos de título Basilical da Basílica Santuário de Nazaré.

Cerca de 100 profissionais estarão envolvidos no projeto de restauro, entre arquitetos, engenheiros,restauradores, mestre de obras, operários, administrativo, fiscalização da obra, coordenação do projeto e equipe de comunicação. O projeto de restauração foi contemplado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura em janeiro de 2019, teve seu lançamento em 2020, e logo foi paralisado devido à pandemia da COVID 19, e em seguida ficou aguardando homologação, o que prorrogou sua execução, assim como mais de 5.000 mil projetos de quase todo o país, contemplados pela Lei Rouanet, travados pela gestão do governo passado.

A empresa Link da Amazônia foi a selecionada como executora das obras de restauração, após participar de concorrência com mais duas empresas locais atuantes na área do restauro, escolhida por apresentar o menor preço para realização da obra. A coordenadora do projeto de restauração, Luci Azevedo, relata alguns dos ambientes que serão contemplados nesta intervenção restaurativa. Serão feitos, revisão da cobertura, a restauração do altar principal, recuperação dos vitrais, todas as capelas laterais, forros com pinturas decorativas, pisos, douramento dos capteis. “Um dos destaques dessa obra é a Cripta, que fica localizada no subsolo da Basílica, e passará por uma requalificação, tornando-a acessível, funcional para visitantes, pesquisadores, religiosos, ampliando cada vez mais o alcance desse patrimônio religioso e histórico a todo público”, detalha Luci. “Participamos de todo o projeto de Conservação, Restauração e Requalificação da Cripta da Basílica de Nazaré.



A Basílica é patrimônio histórico do Brasil e cenário de diversas experiências marcantes que constituem parte da identidade do paraense. A Vale, que está presente no estado há 40 anos, contribui com a salvaguarda de espaços históricos e importantes como este, o Cine Olympia e o Conjunto Arquitetônico dos Mercedários, além de iniciativas culturais que refletem a riqueza cultural do povo do Pará e que mostram sua força para mais e mais pessoas”, destaca Hugo Barreto, Diretor-Presidente do Instituto Cultural Vale e Diretor de Clima, Natureza e Investimentos Culturais da Vale. “O restauro da Basílica Santuário é um sonho que está se concretizando, a iniciativa de contratar uma empresa para a elaboração do projeto executivo de conservação e restauração da Basílica de Nazaré, se deu pela necessidade urgente de recuperar materiais desgastados ao longo do tempo e preservar a integridade do templo religioso”, comenta, Antônio Salame, diretor-coordenador do Círio.

Os padres Barnabitas que são os responsáveis pela administração da Basílica Santuário, expressam a importância da realização dos reparos na igreja, com execução de medidas de conservação, inclusive preventivas para preservação do templo. “A Basílica de Nazaré é um dos templos mais expressivos da Amazônia, restaurá-lo significa preservar este ícone de valor indelével para o Pará e Brasil. Desde a fundação já se passaram 114 anos, e vendo os castigos que o tempo deixou na estrutura, se faz urgente a restauração criteriosa do templo”, reforça padre Francisco Maria Cavalcante – pároco da Basílica Santuário de Nazaré.



Durante o período de execução das obras do restauro, também serão realizadas ações pedagógicas e de educação patrimonial, tendo como público-alvo alunos do ensino médio de escolas da rede pública de Belém. Dentre as ações educativas serão realizadas oficinas de restauro, palestras com especialista, roda de conversa com a equipe de profissionais que estão atuando na obra, visitas guiadas para o público em geral, uma publicação sobre as obras de restauro e um documentário sobre o processo de intervenção.

Com o início do restauro da Basílica, haverá mudanças nos horários das celebrações no Santuário, que podem ser conferidas nos canais de comunicação e redes sociais da Basílica Santuário, mas é importante destacar que o espaço não fechará as portas, durante a restauração. Programação 18h - Missa em ação de graças 19h - Entrega simbólica dos capacetes para equipe de trabalho. Após a missa: Entrevistas na Sacristia


Serviço: Celebração marca o início da execução das obras de Restauração da Basílica

Data: 28/11/2023

Hora: 18h

Local: Basílica Santuário de Nazaré

Comments


bottom of page