top of page

Chef Petra Marron ensina os segredos da panificação sem glúten e plant-based em Brasília

A demanda global por alimentos sem glúten é crescente. Essenciais para pessoas com doença celíaca, eles também são procurados por quem busca uma alimentação mais leve. No Pará, a chef Petra Marron se destaca na produção desse tipo de alimento, a ponto de ser convidada para ensinar seus métodos em Brasília (DF). No dia 03/03, ela ministra a aula-show “Focaccia Sem Glúten” no Rolê Veggie, evento que ocorre na capital do país. 


O objetivo da iniciativa, que tem patrocínio do Ministério da Cultura (MinC) e ocorre no Teatro Mapati (St. de Habitações Coletivas e Geminadas Norte, 707), é ajudar outras pessoas pelo Brasil a prepararem pão vegano, sem glúten e com sabor. Para isso, contam com a expertise de Petra, que desde 2018 comanda a cozinha da Padaria Verderosa - primeira padaria vegana do Pará. Mas a chef esclarece que a criação de receitas para alimentos sem glúten vai além do veganismo.


FOTO: LAIS TEIXEIRA


“Por base, o veganismo sempre busca oferecer opções de alimentação que sejam inclusivas e saudáveis pra qualquer pessoa - seja ela vegana ou não. Como o glúten é uma preocupação crescente, é fundamental que a culinária vegana crie receitas livres de farinha de trigo e cereais que têm essa proteína - como aveia, centeio e cevada”, explica Petra.


TROCAS QUE GARANTEM UM PÃO MAIS LEVE, SAUDÁVEL E SABOROSO


Um dos segredos que Petra vai ensinar na aula-show é a substituição do trigo por um mix equilibrado de farinhas. Elas são misturadas para alcançar a mesma performance que o trigo oferece (umidade, elasticidade, estrutura e afins). 


“Juntando alguns ingredientes como farinha de arroz, amido de milho e polvilho doce, é possível abrir mão do trigo, que normalmente é a fonte do glúten nas receitas”, revela a chef. Além disso, ingredientes como ovos podem ser trocados por fibras de psyllium, purê de batata doce e goma xantana. 


Petra diz que a lógica desse novo tipo de panificação é fazer com que a culinária “abrace” cada vez mais pessoas. “Ninguém merece passar a vida inteira sem comer um pãozinho gostoso ou um bolo, por exemplo (risos)”, diz ela, que é referência local na produção de bolos, queijos, pastas, tortas e refeições sem ingredientes de origem animal. 


“O pão é um alimento ancestral, que une as pessoas e faz parte de vários rituais em torno da mesa. Não é justo que um alimento tão agregador desapareça da vida de pessoas por elas serem intolerantes e/ou alérgicas à uma substância. Adaptar as receitas e torná-las inclusivas é necessário e o veganismo está aqui para ajudar com isso também”, comenta. 


NOVAS TENDÊNCIAS DESENHAM O FUTURO DA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA


A indústria de alimentos, nos últimos anos, está se adaptando aos desejos dos consumidores e à nova realidade do mundo, facilitando o surgimento de produtos e tendências inovadoras. Lentamente, transformações poderosas têm promovido uma revolução significativa no mercado, com o setor alimentício embarcando nas necessidades e vontades dos consumidores.


Dentro da indústria de alimentos, o mercado de produtos saudáveis - sem glúten, baixo teor de sódio, orgânicos certificados, entre outros - tem grande potencial. Segundo a Euromonitor Internacional, em 2020 as vendas desses produtos já haviam atingido R$100 bilhões no Brasil, sendo o maior valor para essa categoria desde 2006, quando a organização iniciou o monitoramento. Em relação a 2019, o avanço foi de 3,5%. 


Ou seja: a velocidade de crescimento desse mercado é notável, como aponta a nutricionista Jamile Barros. "O consumo excessivo de alimentos de origem animal e ultraprocessados pode afetar a saúde intestinal, levando a intolerância ao glúten. Este desequilíbrio na microbiota intestinal pode causar sensibilidade ao glúten em qualquer fase da vida. O tratamento nutricional adequado, com ênfase em uma dieta à base de plantas e a redução da exposição ao glúten, pode trazer benefícios à saúde, incluindo maior diversidade alimentar e descoberta de novos sabores", comenta a profissional de nutrição.


SERVIÇO: Rolê Veggie 


Local: Espaço Cultural MAPATI

Data: 3 de março de 2024

Horário: a partir das 10h

Classificação indicativa: Livre

Entrada franca


Mais informações:

(61) 9 8136 3035 / roleveggie@gmail.com


Siga-nos:



Kommentit


bottom of page