top of page

Cleo lança mais três faixas de “DARK POP”, seu álbum de estreia

Cleo lançou nesta sexta-feira, 29 de setembro, mais três músicas do seu primeiro álbum da carreira musical, o DARK POP. “Fuck” e “Mente Pra Mim” são as faixas inéditas lançadas hoje. Outra música que se une à segunda parte do álbum é a faixa “Tormento”, feat com Karol Conká e Azzy, single já conhecido pelo público da artista.

Na próxima sexta-feira, 06 de outubro, Cleo vai lançar outras canções para o ato III e, em 13 de outubro, as últimas faixas do projeto serão disponibilizadas nas plataformas musicais, encerrando o ato IV. Após o álbum completo nas plataformas, Cleo vai lançar clipes para a coletânea.


Imerso em uma sonoridade pop e mostrando toda a sua versatilidade artística, o álbum tem um toque de rock, trap, fado e disco. No projeto, Cleo procurou reunir referências e sonoridades que gosta de ouvir. Já sobre a temática do trabalho, a cantora destaca: “Gosto de falar de questões e temas que nem sempre são fáceis. O DARK POP propõe refletir sobre os relacionamentos tóxicos e os vários tipos de abusos: psicológicos e emocionais. É importante falar das dinâmicas abusivas que criam traumas. Acredito que todo mundo já passou por relacionamentos tóxicos, sejam amorosos, com familiares ou amigos. É primordial fazer esses questionamentos, identificar quando os relacionamentos não estão bons e procurar orientação”, afirma Cleo.

Faixa a Faixa – DARK POP Ato II

Tormento

A canção lançada em parceria com Karol Conká e Azzy entra no álbum com a maior pegada de Dark Pop. Com influências do Hard Rock no arranjo, a música é uma resposta à opressão sofrida pelas mulheres, enaltecendo a potência do poder feminino e sua capacidade de romper com esse ciclo e ocupar seu lugar dentro da sociedade, de maneira livre, expondo seus desejos e ambições.

Fuck

Sensual e envolvente, Fuck é uma canção repleta de distorções tanto em seu arranjo pop rock industrial, quanto na interpretação dúbia dos prazeres que se almejam na letra. O ouvinte é envolvido nessa atmosfera sobre o que é prazer e o que é uma necessidade de fuga da realidade e preenchimento do vazio dentro de um ambiente tóxico. O clipe trata das compulsões alimentares e do prazer sexual através de símbolos e figuras de linguagem.

Mente Pra Mim

Com inspiração nas divas POP, na era Disco e Vogue, a dançante Mente Pra Mim fala sobre o jogo de manipulação e mentiras dentro de relações abusivas. O vai e volta cada vez mais machucado e dependente, a perda de força e noção do que é real e o que é manipulado para favorecer o abusador.

Sobre Cleo e a carreira musical

Cleo deu o start na música em 2017 com a trilha sonora “Take Me”, feita especialmente para o seu site oficial, e se juntou ao produtor Guto Guerra para gravar composições, entre elas algumas de sua autoria. Ainda em 2017, ela lançou o seu primeiro EP, “Jungle Kid”, que possui cinco faixas – três em inglês e duas em português. Mais tarde, lançou o clipe da faixa homônima do álbum, que tem a direção do film maker Jacques Dequeker e o clipe de ‘Bandida’. O EP foi um grande sucesso nas plataformas digitais, tendo mais de 2 milhões de reproduções, levando Cleo a ser capa da playlist “Pop Brasil”, do Spotify, e atingiu a playlist 50 Virais do Mundo (com a faixa “Bandida”) e 50 Virais do Brasil (com os hits “Jungle Kid” e “Bandida”).

Logo após o lançamento do primeiro EP, Cleo fez uma parceria de sucesso com a cantora Alice Caymmi em um remix da música “Sozinha”. Em 2018, ela lançou o seu segundo EP intitulado “Melhor Que Eu”. No ano seguinte, em 2019, ela fez uma parceria musical com a cantora Pocah com o single “Queima”. No final de 2021, a cantora apresentou ao público o single “Tormento”, parceria musical com Karol Conká e AZZY. Outro trabalho musical da artista foi a produção do álbum “Me Tira da Mira”, trilha sonora do filme homônimo protagonizado por Cleo. Em 2022, a cantora participou da música “bom ator” do Number Teddie e foi convidada do jovem para dividir o palco com ele no Rock in Rio. No mesmo ano, a multiartista lançou o single “Todo Mundo Que Amei Já Me Fez Chorar” acompanhado de um videoclipe.

bottom of page