Com recorde de público, ‘As Seis Rainhas’ apresentam terceira temporada no Teatro Waldemar Henrique

"As Seis Rainhas - Um Musical Histórico” é resultado de uma prática de montagem, inspirado em livros, documentários e outras produções que trazem a história das seis ex esposas do Rei Henrique VIII, considerado o pior monarca da Inglaterra. A produção está de volta e a “Girl band” se apresenta nos dias 13, 14, 15 e 16 de outubro, no Teatro Waldemar Henrique, localizado na praça da República, em Belém, sempre às 19h30.

Com classificação mínima de 10 anos, 1h40 de espetáculo – com 10 minutos de intervalo – e figurinos, cabelos e maquiagens inspirados na energia das Divas Pop, o musical promete representar com uma pegada contemporânea as seis mulheres que viveram no século 16 e tiveram suas narrativas apagadas na história, mas no século 21 se unem durante uma noite para montar uma “girl band” e cantar suas histórias.



A terceira temporada traz a peça musical com a experiência de Show, dando destaque a Belém pelo protagonismo, com números musicais cheios de energia, sensibilidade e comicidade, revelando como era ser esposa e mulher e ter que vivenciar violência de gênero, feminicídio, silenciamento e apagamento, assuntos ainda atuais.

A realização é da SWAM Studios, com direção teatral de Bárbara Gibson, direção musical e versão brasileira das músicas de Lidia Marçal e Giovanna Marçal, criação coreográfica de Victória Aben-Athar e direção coreográfica de Caila Manza. Produção executiva de Emanuele Corrêa e Yuri Wariss e Pit Singer, Lívia Mesquita, Lia Mendes e Liz Ferreira.

Conta com um elenco de 10 atrizes com a estratégia de alternantes, ou seja, duas atrizes representam a mesma Rainha, em sessões diferentes: Catarina de Aragão (Helena Bastos), Ana Bolena (Jully Lima e Carol Maia), Jane Seymour (Lohane Taketa e Sofia Sinimbu), Ana de Cleves (Rayane Trindade e Lohane Taketa), Catarina Howard (Izabella Pantoja) e Catarina Parr (Yasmim Miranda). Lia Mendes e Liz Ferreira reforçam o time estudando as personagens de Aragão e Parr, respectivamente.



Yuri Wariss, co-fundador da Swam Studios e produtor revela que esta terceira temporada foi bastante idealizada e solicitada pelo público, que lotou o Teatro Waldemar Henrique na segunda temporada, no mês de Julho.

“Essa volta foi pensada com muito carinho para atender a demanda dos fãs e do elenco por uma temporada estendida. Foi ajustado um cronograma de ensaios e preparações para que mais uma vez as rainhas entreguem um espetáculo fresco e cheio de êxitos técnicos”, disse.

“A diferença entre as nossas últimas temporadas e essa é que cada vez mais o público passa a fazer parte do show! Eles cantam, gritam, torcem e aplaudem cada vez com mais força. É muito bom ver o apoio que eles dão ao projeto nos meios digitais, chegando até mesmo em outras partes do país e é mais lindo ainda ver o êxtase deles quando as cortinas se abrem no teatro”, concluiu.

Caila Manza, diretora coreográfica residente entrou para o time criativo do espetáculo, somando o seu trabalho com o da também coreógrafa Victória Aben'Athar. “Fiquei muito feliz com o convite para trabalhar diretamente nessa parte tão marcante do espetáculo que são as coreografias! As atrizes estão super empolgadas e se dedicando ao máximo nas performances já icônicas, colocando mais limpeza e energia nas coreografias. Acredito que o público irá vê-las ainda mais confiantes e seguras no palco”, destacou.



Giovanna Marçal, diretora musical, e Bárbara Gibson, diretora teatral concordam que ao longo desses três anos de projeto o elenco e equipe está ainda mais alinhado e também com novidades. “A tendência é que cada vez mais o elenco se entrose. Já existe uma facilidade nesse entrosamento, em virtude do número reduzido de meninas. Mas, além disso, chegamos à marca de 3 anos de seis rainhas, entre montagem e produção”, relembrou Giovanna.

“As Seis Rainhas é um espetáculo bastante diferente, porque segue um formato de show, então cada apresentação é única. Se você assistir duas sessões, por exemplo, vai sempre perceber coisas diferentes, especialmente as piadas, que, muitas vezes, surgem espontaneamente”, completou Bárbara.


Ficha Técnica:

Realização: SWAM Studio

Patrocinadores: QG Gaming; Vereador Fabio Souza.

Apoio: Emanuele Corrêa - Assessoria de Comunicação; Mirai Centro de Movimento

Equipe Técnica

Direção Teatral: Bárbara Gibson

Direção Musical: Lidia Marçal e Giovanna Marçal

Criação Coreográfica: Victória Aben'Athar

Direção Coreográfica: Caila Manza

Produção Executiva: Emanuele Corrêa e Yuri Wariss

Pit Singer: Lívia Mesquita, Lia Mendes e Liz Ferreira.

Elenco

Catarina de Aragão: Helena Bastos

Ana Bolena: Jully Lima e Carol Maia

Jane Seymour: Lohane Taketa e Sofia Sinimbu

Ana de Cleves: Rayane Trindade e Lohane Taketa

Catarina Howard: Izabella Pantoja

Catarina Parr: Yasmim Miranda

SERVIÇO - "AS SEIS RAINHAS- UM MUSICAL HISTÓRICO" Data: 13, 14, 15 e 16 (de quinta a domingo)

Hora: 17h30 (sábado e domingo )19h30 (quinta a domingo)

Local: Teatro Waldemar Henrique, na praça da República.

Ingresso: R$ 40,00 disponíveis na bilheteria do Teatro ou no site sympla: https://www.sympla.com.br/evento/as-seis-rainhas-um-musical

historico/1728019?_gl=1*zlesgo*_ga*MTY1MjE2MzEzMC4xNjQ4ODczNzEz*_ga_ KXH10SQTZF*MTY2Mzg0MTk5MC4xMS4xLjE2NjM4NDQwODUuMC4wLjA Para mais informações: @swamstudios

Crédito das fotos: Mariana Almeida

Assessoria de imprensa - (91) 98234-8458 (Emanuele Corrêa)


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square