Corda do Círio chega a Belém nesta quinta-feira

Após cerca de 15 dias na estrada, chega à capital paraense nesta quinta, dia 22, por volta das 10h, a Corda do Círio, um dos principais ícones da festividade, que este ano voltará a ser usada nas duas maiores e mais tradicionais procissões, o Círio e a Trasladação. Por conta dos dois últimos anos de pandemia, com a ausência das procissões e da Imagem Peregrina nas ruas, a corda foi adquirida pela Diretoria da Festa de Nazaré (DFN), mas foi apenas exposta para que os fiéis que normalmente fazem seus pagamentos de promessas com ela, dessem prosseguimento a esta tradição, mesmo que de forma diferenciada.


“A nossa expectativa é grande para utilizá-la nas duas procissões, estamos trabalhando com esta intenção, mas é claro que para isso se confirmar precisaremos analisar o cenário da saúde e as diretrizes dos órgãos de segurança mais próximo das procissões”, avalia Antônio Sousa, diretor de procissões.

A corda foi produzida em Santa Catarina, na cidade de Penha, como nos anos anteriores. A empresa responsável é a Itacorda e a Expresso Vida Transporte foi a responsável pela chegada em Belém. Um dos símbolos que representam a fé dos devotos de Nossa Senhora de Nazaré é de sisal, tem 800 metros de comprimento com 50 milímetros de diâmetro. A corda chega em Belém dividida em duas partes de 400 metros, para Trasladação e Círio cada. Ela já vem adaptada às estações de metal que auxiliam no traslado das berlindas durante as romarias.

Revisão da corda

Já no dia 24 de setembro, a partir das 15h, a Diretoria da Festa de Nazaré (DFN) e a Guarda de Nazaré realizam uma revisão geral na Corda do Círio. A vistoria, que será realizada no colégio Santa Catarina de Sena, em Nazaré, visa checar detalhes do ícone da festa de Nazaré como argolas, nós e estações, além da medição dos 800 metros da corda, para saber se estão em perfeitas condições.

Histórico – A corda passou a fazer parte do Círio em 1885, quando uma enchente da Baía do Guajará alagou a orla desde próximo ao Ver-o-Peso até as Mercês, no momento da procissão, fazendo com que a berlinda ficasse atolada e os cavalos não conseguissem puxá-la. Os animais então foram desatrelados e um comerciante local emprestou uma corda para que os fiéis puxassem a berlinda. Desde então, foi incorporada às festividades e passou a ser o elo entre Nossa Senhora de Nazaré e os fiéis.

O Círio 2022

O Círio de Nazaré é uma realização da Arquidiocese de Belém, Basílica Santuário de Nazaré, Diretoria da Festa de Nazaré, Governo do Estado do Pará e Prefeitura de Belém.

Até o momento, a Festa de Nazaré tem como patrocinador master o Banpará e a Vale e os patrocínios de Alubar, Belém Bioenergia Brasil, Belágua, Equatorial Energia, Esamaz, GEAP Saúde, Gráfica Miriti, Grupo Mônaco, Guamá Resíduos, Hydro, Hospital Cynthia Charone, Hospital Porto Dias, Hotel Grand Mercure Belém, ITA, Magazines Luíza, Oncológica do Brasil, Reinafarma, Sicoob, Tramontina e Unimed Belém. Como apoiadores master Alucar Veículos, CN Produções, Lotus Consigned Center, Jeffersom e Refrigerantes Cerpa.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square