top of page

Documentário sobre Manoel Cordeiro será lançado nesta terça (10), em Belém

Luz do Mundo traz a trajetória e obra musical de Manoel Cordeiro Será lançado nesta terça-feira, 10 de outubro, às 18h, na Sala Vicente Salles, no Memorial dos Povos, com apoio da Prefeitura de Belém, por meio da FUMBEL - Fundação Cultural de Belém, o curta documentário “Luz do Mundo”.

A entrada é gratuita, sujeita à lotação. A direção de fotografia, roteiro e direção são de Cícero Pedrosa Neto e San Marcelo, que também fez a montagem final do filme.

 

Luz do Mundo é um prólogo à biografia de Manoel Cordeiro, um dos músicos e compositores mais influentes e importantes do cenário da música paraense. Além de apresentar Manoel Cordeiro, o curta traz depoimentos de ícones da música nortista no cenário nacional, culminando com o momento de virada na vida e carreira de Manoel Cordeiro, quando após contrair o vírus COVID19, se

deparou com a possibilidade de nunca mais tocar um instrumento musical, contudo uma luz brilhou no mundo novamente, e a partir de então busca fazer tudo o que um dia imaginou em vida.  

 


Manoel Cordeiro nasceu em Ponta de Pedras, no Marajó, em 1955. É multi- instrumentista, compositor e arranjador, sendo considerado um dos ícones da música amazônida, com uma obra que reúne ritmos da cultura regional tendo como instrumento principal, a guitarra. Autodidata, filho de mãe marajoara e cavaquinista , ele cedo se encantou pela música e aos 12 já ingressou em

bandas de baile, na primeira metade dos anos 1970. 

 


Já colaborou em mais de 1.000 discos como músico participante, arranjador ou produtor. E é também reconhecido como um produtor com vasta experiência em sons latinos como zouk, merengue e cumbia. Além da mãe, cavaquinhista, seu avô era maestro no Ceará. É considerado uma das lendas vivas da música brasileira e um fiel escudeiro da sonoridade regional amazônica. 

Entre 1976 a 1986, enquanto ganhava a vida trabalhando no Banco do Brasil para ajudar a criar seus irmãos e irmãs, ele retornou também aos estúdios, em 1983, para tocar com o irmão Barata. E na época recebeu um convite de Alípio Martins, para montar uma banda base que iria acompanhar vários artistas.



Foram anos de muito trabalho, mas a carreira autoral seria recuperada no final da década de 2000.

Foi nesta época que deu início a parceria com o filho Felipe Cordeiro, também músico-compositor, voltando aos palcos. Esse retorno trouxe como resultado o primeiro disco solo, “Sonora Amazônia”, que faz um apanhado da carreira do artista em uma viagem instrumental, focando nas vertentes musicais dançantes da Amazônia, como a lambada, cúmbia e carimbó.

O curta metragem “Luz do Mundo” foi realizado com apoio de emenda parlamentar, do então deputado federal, hoje prefeito de Belem, Edmislon Rodrigues, com realização da Fadesp, Escola de Música da UFPA e Ministério da Educação, Governo do Brasil. O pré-lançamento conta com o apoio da prefeitura de Belém, por meio da Fumbel.


Ficha Técnica

 

Produção 

Escaleta Produções 

87 Film 

Sapucaia Filmes 

 

Apresentando 

Manoel Cordeiro 

 

Elenco 

Felipe Cordeiro 

Layse 

Eloi Iglesias 

Dona Onete 

Pinduca 

Dra. Nayara Guedes 

 

Produção Executiva 

Cecília Nascimento 

 

Direção De Produção 

Marli Sanches 

 

Produção 

Andressa Soeiro 

Maria De Lourdes Nascimento 

 

Câmera (Círio) 

Felipe Negídio 

 

Montador e Finalizador

San Marcelo 

 

Drone 

Cicero Pedrosa Neto 

 

Direção de Fotografia, Roteiro e Direção 

Cicero Pedrosa Neto e San Marcelo


Serviço

Lançamento do documentário curta metragem “Luz do Mundo”, sobre a trajetória de Manoel Cordeiro. Exibição única nesta terça-feira, às 18h, na Sala Vicente Salles, no Memorial do Povos – Av. Governador do José Malcher, com a Tv Dr. Moraes (ao lado do Palacete Bolonha). Entrada gratuita, sujeita à lotação.

Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page