Editora Nacional lança livro de estreia da ex-BBB Marcela Mc Gowan


A Editora Nacional, do Grupo Ibep, acabar de anunciar lançamento do livro "Senta que nem moça", escrito pela ex-BBB e ginecologista Marcela Mc Gowan. A obra traz reflexões de conceitos opressores colocados pela nossa sociedade que não raro passam por todo o universo feminino. Desde os mais "comuns" como a virgindade e os padrões estéticos que são impostos, até os temas mais técnicos, passando por detalhes da anatomia da mulher a quais mudanças passa o seu corpo diante de um estímulo sexual.


Em uma edição limitada, a obra vem autografada pela autora e pode ser adquirida pela loja virtual da Submarino. Os interessados podem encontrá-la nas versões de e-book e também impressa. "Por mais que as discussões sobre sexualidade já tenham avançado muito, sabemos que o assunto ainda é um grande tabu. Senta que nem moça, quer ajudar a tratar do tema com a naturalidade que ele merece, colaborando para que amplie nãos somente o conhecimento sobre o seu corpo, mas que tire o melhor proveito do sexo, tomando todo cuidado necessário e agindo com mais propriedade no assunto", afirma Gowan.

Serviço Senta que nem moça, Editora Nacional Valores: R﹩ 29,90 (digital) R﹩ 49,90 (impresso) e Site: Submarino e Amazon

Sobre a autora

Marcela Mc Gowan ficou nacionalmente conhecida pela participação no BBB 20. A agora também escritora é ginecologista e obstetra, com formação em Sexualidade Humana e Terapia Sexual pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo). Como criadora de conteúdo e apresentadora, consolidou-se em temas relacionados à saúde, sexualidade e prazer das mulheres e da comunidade LGBTQIA+. "Senta que nem moça" é seu livro de estreia. Natural de Presidente Prudente (SP), atualmente, Marcela mora com a companheira na capital paulista. A autora pode ser encontrada nas redes sociais no perfil @marcelamcgowan.

Sobre a Editora Nacional A Companhia Editora Nacional foi fundada em 1925 por Monteiro Lobato e Octalles Marcondes. O criador do icônico "Sítio do Pica Pau Amarelo", além de autor, também foi editor e tradutor, além de responsável por variadas inovações na indústria do livro - desde a importação de novas tecnologias de impressão até uma revolução nas dinâmicas de distribuição. Depois de 50 anos de um grande trabalho, a marca foi adquirida pelo Grupo IBEP, que se transformou em uma das maiores companhias brasileiras do mercado do livro - 2020 foi o ano que marcou uma grande mudança na editora, que compreende uma reflexão sobre a nossa marca e a redefinição das nossas propostas de valor. A Editora Nacional completará seu centenário em 2025 e estamos planejando comemorá-lo em uma fase completamente nova, em termos de branding e também de estruturação de catálogo. Para isso, redesenhamos por completo a nossa identidade visual e definimos novas linhas editoriais, que contam com títulos de ficção e não ficção mais comerciais e, ao mesmo tempo, contribuem para a discussão de temas relevantes como o racismo, a identidade de gênero, a sustentabilidade, a política e os conflitos geracionais, entre tantos outros.

Posts Em Destaque
Posts Recentes