top of page

Equatorial Pará reforça incentivo à cultura de Alter do Chão


Considerada a empresa que mais investe em cultura no Pará, a Equatorial Energia, patrocina, pelo terceiro ano consecutivo, o Festival dos Botos, programação que integra o Çairé e movimenta milhares de pessoas no distrito de Alter do Chão, município de Santarém, no Baixo Amazonas.

A competição entre as associações folclóricas Boto Cor de Rosa e Tucuxi é um dos grandes atrativos da festa do Çairé e envolve pessoas de várias idades. Este ano, são mais de 1.500 brincantes, nos dois botos, que prometem balança o público nas arquibancadas.

Boto Tucuxi

Às 21h, desta sexta-feira, 15, o boto Tucuxi entra em cena com: “Yandé, o Çairé”. Na língua nativa dos Borari, Yandé significa “Nós”. Durante a apresentação, a agremiação pretende mostrar que o Çairé sempre foi e sempre será feito por Yandé (nós): os indígenas borari, os ancestrais, a aldeia, a vida, a tradição, o povo, os caciques, os encantados, os artesãos, os catraieiros, os rezadores, os barraqueiros, as doceiras e muitos outros parentes que são o território.

O espetáculo “Yandé, o Çairé” reforça a coletividade e a união do povo borari e faz uma alusão ao resgate da festa que aconteceu no ano de 1973. São 50 anos de história neste ano de 2023.

Boto Cor de Rosa

No sábado, 16, às 21h, será a vez do Cor de Rosa mostrar "A Grande Festa". O tema escolhido pela associação folclórica vai destacar as diversas fases da festa do povo Borari. O Boto do Amor, carinhosamente chamado na vila, inspirou-se em seu pertencimento, as tradições e cultura que Alter do Chão possui, principalmente o povo, a cultura e as belezas naturais que independente de qualquer época do ano, encanta os moradores e os turistas de várias partes do Brasil e do mundo. O Boto Rosa vai contar com 10 alegorias principais, além dos módulos interativos a cênica.


Este ano, a expectativa aumenta por conta do desempate, uma vez que cada boto possui 11 títulos. A conquista do 12 título promete ser bastante acirrada.

Çairé 2023

Com o tema “Tradição e Arte em Alter”, o Çairé tem o patrocínio da Equatorial Pará, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura - Lei Rouanet. A realização está sob a responsabilidade da Namazônia, Comunidade de Alter do Chão, Prefeitura de Santarém e Ministério da Cultura do Governo Federal.

O apoio dado pela empresa reforça o compromisso não apenas em oferecer um serviço de distribuição de energia de qualidade, mas, também, o compromisso com o desenvolvimento cultural e social da região Oeste do Pará.

bottom of page