top of page

Escritório de Advocacia lança projeto para promover Direitos Humanos e capacitação

O escritório de advocacia Andrade e Côrtes lançou o projeto "Andrade e Côrtes Talk", com o objetivo de destacar a conscientização sobre direitos humanos e capacitar pessoas. Reconhecendo que muitas pessoas não têm conhecimento de seus direitos em várias esferas da vida, o programa visa informar e engajar o público em questões legais e outros tópicos relevantes. O evento inaugural do projeto, que contou com a participação da equipe interna da empresa e profissionais convidados, marcou o início de uma série de discussões mensais sobre temas variados. Enquanto esta primeira edição foi voltada internamente, as futuras edições estarão acessíveis ao público.

Fotos: Patrícia Nascimento

Cada mês, um tópico diferente será abordado por especialistas, com o intuito de disseminar o conhecimento sobre direitos e outros temas. Na estreia, o "Andrade e Côrtes Talk" focou no "Outubro Rosa," com a médica Ivone Rodrigues discutindo questões de “Saúde das Mulheres” e o advogado Kristófferson Andrade abordando os "Direitos dos Pacientes com Câncer." Para Ivone Rodrigues, eventos como esse são fundamentais para conscientizar as pessoas sobre o autocuidado. "Independentemente da área de atuação, todos os profissionais deveriam cuidar de sua saúde física e mental. Portanto, é essencial que projetos como esse sejam implementados nos ambientes de trabalho, para que os colaboradores possam abordar essas questões relacionadas à saúde," afirmou a médica.

O sócio-proprietário do escritório Andrade e Côrtes, o advogado Kristófferson Andrade, esclareceu que o programa se concentra na gestão e capacitação de pessoas. Ele afirmou que o projeto visa enfatizar a missão e os valores da empresa para a equipe interna e a conscientização sobre os direitos em casos mais específicos e outros temas importantes, com a esperança de que o impacto positivo se estenda além do ambiente organizacional, alcançando um público mais amplo. “Nosso objetivo final é proporcionar às pessoas acesso à informação sobre seus direitos, bem como a outros temas de relevância”, enfatiza o advogado.








コメント


bottom of page