top of page

Exposição de fotografias "Ygapó - Floresta Encantada de Águas”, da artista Andréa Brächer, em Belém

O Espaço Cultural do Banco da Amazônia, por meio do edital de seleção de patrocínio do Banco da Amazônia, inaugura, na próxima terça-feira, 17, a exposição de fotografias "Ygapó - Floresta Encantada de Águas”, da artista Andréa Brächer e curadoria de Letícia Lau. A entrada é gratuita. A realização é da Acessart, com patrocínio do Banco da Amazônia e apoio da Babilônica Arte e Cultura, Departamento de Artes Visuais da UFRGS, Gráfica da UFRGS e Instituto de Artes da UFRGS.

A exposição "Ygapó - Floresta Encantada de Águas" reúne 14 fotografias, com matriz em cianotipia, realizadas pela artista Andréa Brächer da região do baixo Amazonas, em Alter do Chão, onde captou mais de mil imagens durante uma imersão fotográfica.


O recorte desta produção que tem no seu cerne o conceito de fabulação. Nos aponta questões importantes para os dias atuais no que se refere à natureza, identidade, preservação e cultura tendo a água como identidade do lugar e sua importância para os povos ribeirinhos.


Segundo a curadora Letícia Lau, “Ygapó - Floresta Encantada de Águas é um convite para nos permitirmos adentrar ao mundo da imaginação e da fantasia e ao mesmo tempo permanecer na ideia da preservação da natureza, da floresta e das culturas locais. Um despertar para o conhecimento da história da fotografia, em seus processos históricos e antigos, transmutada em uma linguagem contemporânea e inundada pela onipresença da cor azul.”

Sobre a artista:

Natural de Porto Alegre, Andréa Brächer é artista desde o fim dos anos 90. Suas exposições individuais mais destacadas ocorreram nos museus MARGS, MARCO e MAB. Tem trabalhos publicados sobre fotografia histórica/alternativa no Brasil e no exterior. Suas obras integram acervos públicos e coleções privadas. Sua proposta de base fotográfica busca refletir sobre o universo onírico, por vezes, fantasmático, de fabulações, invenções e de sonhos.


No doutorado, Andréa desenvolveu uma produção voltada para o universo infantil a partir da leitura de contos de fadas e de horror, assim como da história da fotografia. Atualmente, é docente no Instituto de Artes/UFRGS. Concluiu o PhD em Poéticas Visuais no PPGAV do Instituto de Artes da UFRGS em 2009. Também é fundadora e coordenadora do Grupo Lumen – de Estudos em Processos Fotográficos Históricos e Alternativos – UFRGS.

Comments


bottom of page