Exposição sobre memórias do jornalismo impresso paraense abre nesta quarta(12)

Para homenagear os 406 anos da capital paraense, o Castanheira Shopping apresentará ao público a 3ª edição da exposição “Belém Viva Belém” que trará como tema as “Memórias do Nosso Jornalismo Impresso” ao longo de 200 anos. A curadoria é da professora Rosa Arraes. A grande mostra será aberta nesta quarta-feira,12, a partir das 10h, no 2º e 3º pisos do shopping, com programação paralela envolvendo mesas de debates com historiadores e jornalistas.

No lounge do 2º piso, a exposição mostrará a primeira edição de vinte dos mais duradouros jornais impressos de Belém, como o “O Paraense”, de 1822 - primeiro jornal impresso no Pará. “A partir dele, proliferaram jornais de diferentes órgãos, escolas, religiões, sociedades secretas. Alguns com periodicidade regular, outros circularam em apenas um número, em homenagem a uma pessoa ou a alguma data histórica.”, conta Rosa Arraes.



Também serão homenageados o jornalista e empresário Romulo Maiorana, que faria 100 anos em 2022, e o também jornalista Paulo Maranhão, que completaria 150 anos. Romulo Maiorana foi um dos mais importantes empreendedores da comunicação. Com ele, no início da década de 1970, a cidade conheceu a beleza da impressão do jornal em offset. Paulo Maranhão viveu até os 94 anos escrevendo para o jornal Folha do Norte, sendo considerado o jornalista mais antigo do mundo em atuação.

No 3º piso, a exposição mostrará a história de três jornais que são referência para o jornalismo impresso e para o estudo da Belém que guardamos na memória: “O Paraense”, “A Província do Pará” e “Folha do Norte”. Todos encerraram suas atividades, mas continuam vivos nos arquivos das instituições da cidade.


O humor também estará presente na exposição, pois faz parte da história do jornalismo impresso de Belém. Desta forma, será apresentada a biografia de seis chargistas e algumas das célebres charges que divertiram e cumpriram o papel de fazer os leitores entenderem de forma primordial os importantes contextos da cidade.

Estarão presentes na mostra os seguintes chargistas:

- Séc. XIX: Manuel do Amaral

- Virada do Séc. XIX para o XX :Theodoro Braga e Nicephoro Moreira

- Década de 30: Angelus

- Década de 50: Andrelino Cotta

- Sec XXI: Biratan Porto


Confira agora a programação paralela que será realizada no Espaço Cultural do Castanheira Shopping (3º piso), sempre às 17 horas:

Dia 14/01 - Os temas serão “O uso dos jornais para o pesquisador” - com a Profa. Dra. Magda Ricci (UFPA); e “O papel do jornalismo nos processos políticos” – com a jornalista Franssinete Florenzano. A mediadora será a Profa. Dra. Regina Lima (UFPA).

Dia 21/01 – Serão debatidos o jornal “O Paraense”, com a Profa. Ms. Michele Barros (UFPA) e “Imprensa alternativa no Estado do Pará” – com o jornalista Paulo Roberto Ferreira. O mediador será Hilbert Nascimento - Presidente da FUNTELPA

Dia 28/01 – Os temas serão “Jornais e Revistas no Modernismo Paraense” – com o Prof. Dr. Aldrin Moura de Figueiredo (UFPA) e “A charge na imprensa paraense” – com o jornalista e Prof. Ms. Walter Pinto (ASCOM /UFPA) O mediador será o Prof. Rodrigo Vieira - Diretor de Marketing da TV Liberal

Serviço: A exposição “Belém Viva Belém - Memórias do Nosso Jornalismo Impresso” será aberta dia 12 de janeiro, às 10 horas, no 2º e 3º pisos do Castanheira Shopping (BR-316 – Km 01 -S/N). Visitação aberta ao público de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 22h.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square