top of page

Fátima Bernardes recebe Cauã Reymond e Samuel de Assis no “Assim Como a Gente”, do GNT

Conversas sinceras e reveladoras conduzem o “Assim Como a Gente”, programa que marca a chegada de Fátima Bernardes ao GNT. No episódio do dia 03 de novembro não poderia ser diferente. Os convidados, Cauã Reymond e Samuel de Assis, que transbordam sintonia diante da apresentadora, vão falar abertamente sobre suas vulnerabilidades. O conceito de beleza e todas as subjetividades enraizadas a ele dão o tom inicial do encontro inédito. No desenrolar da conversa, os atores também descobrem semelhanças em suas experimentações em família e na busca pelo aprimoramento moral, desde antes da fama. O protagonismo negro na vida real e na ficção e as superações impostas pelo racismo também são abordados no programa.

Foto: Bella Pinheiro


“Eu fui atleta e como eu era lutador de jiu jitsu, eu era patrocinado e fui chamado para ser modelo. Mas, por incrível que pareça, eu só fui, eu mesmo, me namorar, lá para os meus 34 anos. Que eu fui me curtir mesmo. Eu sabia que as pessoas tinham esse olhar sobre mim, mas não necessariamente (eu tinha). Acho que se abraçar também tem a ver com abraçar a sua história”, conta Cauã sobre a primeira vez que se achou bonito. “A beleza ajuda em relação a certos personagens, mas, no meu caso, me atrapalhou em relação a fazer outros papéis que eu queria. Eu percebi que ao longo da minha carreira, fui tendo que convencer as pessoas que eu poderia ocupar outros lugares, jogar em outras posições. Se fosse em um jogo de futebol, eu podia ser meio campo, jogar de lateral. Às vezes, você não é um ótimo lateral, mas pode jogar de lateral em um jogo. Às vezes, você descobre que é um grande zagueiro”, fala o ator sobre a beleza ajudar ou atrapalhar em sua profissão.

“Acho que eu só me entendi como um homem bonito depois de muita terapia e depois de que eu fiz o santo na minha religião, que foi quando eu fiz o teste para “Vai na Fé”. Até então eu sabia que tinha uma coisa ali, eu olhava e falava “ai, legal”, gostava de me arrumar. Eu nunca me vi como um homem bonito justamente por conta de olhar para a minha história e me ver em uma sociedade que me diz o tempo inteiro que eu não posso ser bonito. Nós, homens pretos, a gente sabe disso”, conta Samuel sobre o ponto de vista da sua própria jornada. “Quando eu me vi, aos 40 anos, recebendo a notícia de “você é o próximo protagonista de uma novela das sete”, fazendo um triângulo amoroso com Carolina Dieckmann e Sheron Menezes, eu quase falei “obrigado, não posso aceitar”. Risos. Mas é muito cruel, porque minha primeira reação foi essa”, complementa.

O programa foi idealizado por Carlos Jardim, que atua como Diretor Geral e Roteirista Final, e que também fez o convite para que Fátima comandasse a apresentação. Os dez episódios foram gravados nos Estúdios Globo. ‘Assim Como a Gente’ tem direção artística de Fellipe Ayala, sob o comando de Raoni Carneiro e assistência de direção de Luciana Biazzi. A produção é de Taluana Grieco e Leilanie Silva e o roteiro de Fabrício Marta. O programa vai ao ar no GNT e no Globoplay, às sextas-feiras, às 21h30.

Sobre o GNT:

O GNT é uma marca multiplataforma, que busca inspirar e é inspirada pelas histórias das pessoas. Histórias de gente que ama comer, cuidar da casa, da autoestima. Histórias de gente que trabalha e viaja para valer, gosta de um bom papo e, principalmente, descontrair. A partir do diálogo, queremos promover discussões relevantes para a sociedade. Você pode acessar esse e todos os outros produtos do GNT através das diversas plataformas da marca:

Comments


bottom of page