Fórum Landi reabre com lançamento de produtos que retratam Belém e homenageia Flávio Nassar

No dia 5 de junho, o Forum Landi retoma suas atividades presenciais e lança o Remapeando Belém, em plataformas físicas e digitais, para os apaixonados pela história e arquitetura da capital paraense e em homenagem ao professor Flavio Nassar. Serão abertas ao público a maquete do centro histórico de Belém, o vídeo “Maery”, o aplicativo de realidade aumentada e cópias das plantas originais do Arquiteto Antonio Landi.


A reabertura do espaço, após a redução dos casos da pandemia da Covid-19, e os lançamentos homenageiam Flávio Sidrim Nassar, fundador e coordenador do Forum Landi, responsável pelo planejamento e início do projeto. “Era o que o Flávio queria. O espaço sempre foi agregador para trazer pessoas e abrigar atividades. Ele batalhou para viabilizar e conseguir recursos para tornar o sonho dessas exposições uma realidade”, explica a coordenadora do Forum Landi e diretora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Pará (FAU/UFPA), Roberta Rodrigues.



Novidades

Os visitantes são recebidos no Fórum Landi por grandes mapas históricos originais de desenhos antigos da área central de Belém. Com o aplicativo Mapeando Belém , os usuários devem apontar a câmera para pontos sinalizados nos mapas e ver em realidade aumentada momentos diferentes da urbanização da cidade de forma educativa e moderna. O programa é uma viagem no tempo que inicia nas mãos das pessoas e está disponível nas plataformas iOS e Android.


Já a maquete do centro histórico de Belém tem 35 metros quadrados e retrata os bairros da Campina e Cidade Velha. A obra mostra as principais construções e pontos turísticos da área, como o Mercado de Ferro, o Forte do Presépio, a Praça do Relógio, a Igreja da Sé e a Casa das Onze Janelas. O projeto iniciou antes das comemorações dos 400 anos da capital paraense e foi construído com a participação de dezenas de alunos da FAU/UFPA e de instituições privadas de ensino de Arquitetura e Urbanismo em Belém. “A representação mistura a estrutura atual dos bairros com o resgate de elementos icônicos que não existem mais, como o Grande Hotel. O projeto possibilita que o visitante tenha a dimensão da área e das suas histórias”, destaca Roberta.


Ocorre também o lançamento do vídeo Maery, que narra, em primeira pessoa, a história de Belém desde antes da chegada dos portugueses à capital paraense, ocorrida em 1616, na visão da própria cidade. Uma animação que explora cores, imagens, artesanato e arquitetura, além de ser um complemento às informações da maquete e da realidade aumentada do aplicativo.


E, para complementar, haverá a exposição do material iconográfico de cópias dos desenhos originais de Antônio José Landi. O arquiteto italiano ficou conhecido por ter projetado prédios importantes em Belém, como o Palácio Lauro Sodré e a Igreja de Santana.


Homenagem

A solenidade em homenagem a Flávio Nassar ocorre às 11h, dentro da Programação da 40ª edição do Projeto Circular. O arquiteto faleceu em 23 de março deste ano. Na sua trajetória profissional, fundou e coordenou o Fórum Landi, valorizando o centro histórico da capital paraense, guiado pela visão cuidadosa do arquiteto talentoso e apaixonado por Belém. Além de professor da FAU/UFPA, foi pró-reitor de Relações Internacionais da instituição. Também foi servidor do Governo do Estado, na Secretaria de Estado de Cultura, na Companhia de Habitação do Pará e no Instituto do Desenvolvimento Econômico Social do Pará, assim como foi consultor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.


O Fórum Landi é um projeto dedicado à revitalização do Centro Histórico de Belém, com foco na pesquisa da obra arquitetônica de Antonio Landi, no bairro da Cidade Velha. Ele é formado por pesquisadores, professores e alunos interessados na História da Amazônia no século XVIII, em seus múltiplos aspectos, relações geográficas, continuidades e rupturas com períodos antecedentes e posteriores.


O Projeto Circular é uma rede de parceiros atuantes nas áreas de arte e cultura dentro do Centro Histórico de Belém e em seu entorno imediato. Foi criado em 2013, por iniciativa de um pequeno grupo de agentes culturais independentes com o objetivo de resgatar as relações de vizinhança desse Centro Histórico impactado por problemas de violência e ausência das políticas públicas. Atualmente, são mais de 40 espaços, projetos e ações socioculturais em atuação nesse território.


Serviço

Reabertura do Forum Landi e homenagem a Flávio Nassar

Data: 5 de junho, domingo

Horário: das 9h às 13h

Horário da homenagem ao Flávio: 11h

Local: Praça do Carmo, 60 - Cidade Velha

Entrada gratuita

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square