Festival Dança em Trânsito reúne artistas do Brasil e exterior em Belém

Após uma versão virtual, em 2020, e uma híbrida, em 2021, o Dança em Trânsito comemora os seus 20 anos com uma edição presencial.Quando passar por Belém, nos dias 17, 18 e 19 de agosto, o projeto iráse apresentar, gratuitamente, na Ilha do Combú, no Teatro EstaçãoGasômetro,

Praça da República e na Estação das Docas.

Realizado e produzido pelo Espaço Tápias, com direção artística e curadoria de Giselle Tápias e Flávia Tápias, o Dança em Trânsito é um festival internacional de dança contemporânea que tem por objetivo valorizar, promover e democratizar esta expressão artística, seja pelo intenso intercâmbio entre artistas e companhias nacionais e internacionais, como também pela itinerância, percorrendo desde as grandes cidades até pequenas localidades no interior do Brasil, em teatros ou espaços públicos. Este ano, além de se apresentar por todo o Brasil, o espetáculo também terá uma edição especial em Paris.



Desde 2002, o festival acumula cerca de mil apresentações em mais de 30 cidades, no Brasil e no exterior, envolvendo 100 companhias oriundas de 16 países, assistidas por mais de 69 mil pessoas. 

Em Belém, o espetáculo contará com oficinas e apresentações totalmente gratuitas na Escola de Danças Clara Pinto, parceira do evento em nossa capital, no Combu, no Teatro Estação Gasômetro, Praça da República e na Estação das Docas. “O espetáculo é um projeto que visa oportunizar o público a ter acesso à dança e capacitar profissionais com suas oficinas, tudo isso de forma gratuita”, afirma a bailarina e empresária Clara Pinto.

Em 2020, devido à pandemia, o espetáculo foi apresentado online e indicada ao Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte, na categoria “Difusão”. Em 2021, realizou a primeira edição híbrida, em 25 cidades. 



Este ano, o festival lança a Vitrine Brasileira de Dança representantes, diretores ou curadores de festivais internacionais de dança contemporânea. 


Até 21 de outubro, o festival passará por cidades de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Goiás, Brasília, Maranhão, Rio Grande do Norte, Amazonas, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Pará, onde percorrerá Belém, Parauapebas, Ilha do Combú e Canaã dos Carajás. 

A programação traz nomes como o da bailarina e coreógrafa carioca Márcia Milhazes, Alex Neoral, Grupo Tápias e os espanhóis Héctor Plaza e Agnes Sales.



Confira a agenda completa do festival em Belém:

18 de agosto

10H ESPAÇO ORYBA - ILHA DO COMBÚ

 SOLO (8 min.)

Grupo Tápias (Rio de Janeiro, RJ, Brasil e Paris, França)

 EKESA-SANKO (15 min.)

Corpus entre mundos - Dilo Paulo (Brasília, DF)

 ESTÉTICO SÉTICO (7 min.)

Anyel Aram (Rio de Janeiro, RJ)

 BLUE MONDAY (12 min.)

Hector Plaza e Agnes Sales (Barcelona, Espanha)

17H EM FRENTE A ESCOLA DE DANÇA CLARA PINTO

 SOLO (8 min.)

Grupo Tápias (Rio de Janeiro, RJ, Brasil e Paris, França)

 EKESA-SANKO (15 min.)

Corpus entre mundos - Dilo Paulo (Brasília, DF)

 19H TEATRO ESTAÇÃO GASÔMETRO - PARQUE DA

RESIDÊNCIA 

 PAZ E AMOR (35 min.)

Marcia Milhazes Companhia de Dança (Rio de Janeiro, RJ)

 21H ESTAÇÃO DAS DOCAS

ROTAS PLURAL

Resultado da residência coreográfica de criação a partir do intercâmbio

entre a dança contemporânea e estilos musicais populares do Brasil.

19 de agosto

11H30 PRAÇA DA REPÚBLICA

 LO QUE LOS ÁRBOLES NO CUENTAM (20 min.)

Kiko López e Hector Plaza (Barcelona, Espanha)

 ESTÉTICO SÉTICO (7 min.)

Anyel Aram (Rio de Janeiro, RJ)


 Apresentação do resultado da residência de criação

com Flávia Tápias (Rio de Janeiro, RJ)

19H30 TEATRO ESTAÇÃO GASÔMETRO - PARQUE DA RESIDÊNCIA

 CAFÉ NÃO É SÓ UMA XÍCARA (50 min.)

Grupo Tápias (Rio de Janeiro, RJ, Brasil e Paris, França)

Inscrições: 

Site: www.dancaemtransito.com.br 

Escola de Danças Clara Pinto

Unidade 1 - Trav Dr. Moraes

Telefone: (91)3223-2779

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square