top of page

Festival Música na Estrada apresenta concertos gratuitos, em Belém

O Festival Música na Estrada - 9ª edição apresenta a partir do próximo dia 13/10 três espetáculos musicais no Theatro da Paz, em Belém. A entrada é gratuita. Reunindo grandes expoentes da música erudita, o evento é apresentado pelo Instituto Cultural Vale e é uma realização da Lei Federal de Incentivo à Cultura, por meio do Ministério da Cultura, do Governo Federal e da Kommitment Produções Artísticas.


Na sexta-feira (13), às 20h, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) e o solista Philip Doyle (trompa), sob direção e regência de Miguel Campos Neto, apresentam a 5ª Sinfonia do compositor austríaco Gustav Mahler. A obra, composta em 1902, é muito conhecida por iniciar com uma marcha fúnebre, trazendo um tom de melancolia e tristeza, sendo uma ruptura com o estilo das sinfonias que ele compôs anteriormente (2ª, 3ª e 4ª).



De acordo com Campos Neto, Mahler é um importante compositor para a história da música sinfônica. "Como se trata de um momento especial, buscamos para este concerto fazer um grande evento sinfônico. E Mahler é um sinônimo de virtuosismo orquestral com obras emblemáticas, pouquíssimo executadas em Belém, onde já foram apresentadas apenas a 1, 2 a 4 e a 5 sinfonias, das nove que ele compôs", explica o maestro. A própria 5ª Sinfonia só foi apresentada uma única vez na capital paraense, pela OSTP.


No sábado (14), às 20h, chega a vez do espetáculo multimídia “EcoMúsica – Vozes da Natureza”, que mostra diálogos de um piano e sons da natureza, com Fábio Caramuru ao piano e Thaina Souza (cantora) e Luiz Sena (violoncelo) como convidados especiais, e também projeções em vídeo de Cecília Lucchesi. No repertório, obras como "Dindi", "Amparo", "Sabiá" e "Desafinado", de Tom Jobim; e "Cigarra", "Araras", "Uirapuru", "Harpia", de autoria do pianista, dentre outras.



Caramuru, autor da obra EcoMúsica, conta que o projeto surgiu em 2013 quando ele conviveu com diversos animais em uma fazenda. "Tinha todo um barulho e um colorido, imagens e sons que me atraíram, e isso me deu um insight: preciso trabalhar com som desses bichos, com essa riqueza. Eu sempre tive interesse em ampliar minha atuação musical, essa foi a oportunidade. Comecei a fazer experiências, compor e gravar com sons de animais que coletei da Fonoteca Neotropical Jacques Vielliard (FNJV), de Campinas. Teve cigarra, grilo e alguns anfíbios, mas a maioria dos sons que usei são de pássaros", explica o pianista.


No domingo (15), às 19h, a programação do Festival Música na Estrada se encerra na capital paraense com o Quinteto Villa-Lobos - Celebração de 60 anos, com a participação especial da pianista paraense Adriana Azulay. O grupo - formado por Rubem Schuenck (flauta), Rodrigo Herculano (oboé), Cristiano Alves (clarineta), Philip Doyle (trompa) e Aloysio Fagerlande (fagote) - foi fundado em 1962, desde então esmera-se na divulgação da música de câmara brasileira, ao mesmo tempo em que amplia seu repertório por vários gêneros.



Essa singularidade confere competência e popularidade às apresentações do Quinteto Villa-Lobos em espaços públicos e em escolas da rede de ensino. Na capital paraense o programa terá "Variações Sérias sobre um tema de Anacleto de Medeiros", de Ronaldo Miranda; "Serenata a Cinco", de Edino Krieger; "Martelo", das Bachianas Brasileiras N˚ 5, de Heitor Villa-Lobos, com adaptação de Nelson Ayres; Suíte Norte, Sul, Leste, Oeste, de Hermeto Pascoal, com arranjo de Jacques Morelenbaum; "Sonatina a Seis", de Radamés Gnattali, para flauta, oboé, clarineta, trompa, fagote e piano, com a convidada Adriana Azulay.


SOBRE O FESTIVAL MÚSICA NA ESTRADA

O Festival Música na Estrada chega à 9ª edição promovendo acessibilidade, formação de plateia e aprimoramento educacional nas áreas de música, dança e teatro através do intercâmbio e da valorização de conteúdos artísticos de várias regiões do país. Considerado um dos projetos mais relevantes no Norte e Centro-Oeste, está incorporado ao calendário de muitas cidades. Este ano, o evento passa por Manaus, Belém, São Luís e Boa Vista. A programação artística destaca a música clássica e inclui ainda artes cênicas e música instrumental. Ações educativas completam o escopo do projeto.


SOBRE O INSTITUTO CULTURAL VALE

O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita às pessoas ampliarem sua visão de mundo e criarem novas perspectivas de futuro. Tem um importante papel na transformação social e busca democratizar o acesso, fomentar a arte, a cultura, o conhecimento e a difusão de diversas expressões artísticas do nosso país, ao mesmo tempo em que contribui para o fortalecimento da economia criativa.

São mais de 600 projetos criados, apoiados ou patrocinados em 24 estados e no Distrito Federal. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios, patrocinados via Lei Federal de Incentivo à Cultura, com visitação gratuita, identidade e vocação únicas: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Onde tem Cultura, a Vale está. Visite o site do Instituto Cultural Vale: www.institutoculturalvale.org.br.


SERVIÇO

9º Festival Música na Estrada em Belém

Apresentações musicais

13, 14 e 15/10

Local: Theatro da Paz

Entrada gratuita


13/10 - 20h

Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz

Direção e regência: Miguel Campos Neto

Solista: Philip Doyle, trompa

Programa: 5ª Sinfonia de Gustav Mahler em dó sustenido menor


14/10 - 20h

EcoMúsica – Vozes da Natureza

Espetáculo Multimídia – diálogos de um piano com sons da natureza

Fábio Caramuru, piano

Convidados: Thaina Souza, cantora – Luiz Sena, violoncelo

Projeções: Cecília Lucchesi


15/10, 19h

Quinteto Villa-Lobos - Celebração de 60 anos

Rubem Schuenck, flauta

Rodrigo Herculano, oboé

Cristiano Alves, clarineta

Philip Doyle, trompa

Aloysio Fagerlande, fagote

Convidada: Adriana Azulay, piano



Os ingressos podem ser retirados: No site www.ticketfacil.com.br* - no dia de cada evento, a partir das 9h

Na bilheteria do Theatro da Paz - 2 horas antes do início dos eventos Funcionamento: terça a sexta-feira: 09h às 18h; sábado e domingo: 9h às 12h


留言


bottom of page