top of page

Festival Rio Ouricuri recebe inscrições de bandas até o dia 30 de setembro

Até o dia 30 de setembro deste mês estão abertas as inscrições para 8 bandas autorais para a 5ª edição do Festival Rio Ouricuri. As bandas concorrem a se apresentarem nos dias 1 e 2 de dezembro nos shows que encerram a iniciativa capanemense que mistura arte, música e sustentabilidade. O resultado das seletivas será divulgado a partir do dia 10 de outubro nas redes sociais oficiais do festival. Os critérios de seleção serão: qualidade técnica, performance, identidade da obra (inovação e originalidade). O coordenador de comunicação Sidney Maldonado explica que essa é uma grande oportunidade para músicos da região caeté e proximidades mostrarem seu trabalho autoral. “Estamos ansiosos para recebermos as produções musicais e ficamos felizes de oferecer esse espaço de visibilidade e exposição para os artistas da nossa terra que falam das nossas vivências, cotidianos e valorizam essa cultura da Amazônia do interior que existe, resiste e é ÚNICA”, completa ele.


Cada banda ou músico selecionado receberá R$ 1.500,00 e precisará atender alguns critérios para participar da seletiva. É necessário: enviar 2 músicas com livre acesso disponíveis em uma das plataformas: Soundcloud, Bandcamp, Spotify, Deezer ou Youtube; enviar um vídeo de apresentação ao vivo sem edições; enviar duas fotos profissionais; enviar release e disponibilidade para se apresentar dia 1 ou dia 2 de dezembro, sendo esta definição a critério da organização do evento. A inscrição pode ser realizada por meio do link disponibilizado nas redes sociais do festival.

Sobre o Festival

O Festival Rio Ouricuri traz em seu nome uma referência ao principal rio que cruza a cidade de Capanema e guarda íntima relação com a memória da população, mas que infelizmente enfrenta a poluição, resultado da urbanização. O projeto nasceu em 2017 para incentivar e valorizar a produção musical e artística de Capanema e região Rio Caeté, com a preocupação de estimular hábitos e práticas sustentáveis, agindo localmente sem deixar de pensar no impacto das ações a nível global. Este ano o festival foi contemplado com patrocínio do Governo do Estado por meio da Fundação Cultural do Pará – FCP através do Prêmio FCP de Incentivo à Arte e à Cultura 2023 na categoria Artes Musicais, sendo o único da Região Caeté premiado nessa categoria. A iniciativa também conta com apoio da empresa PHS da Mata do Grupo Pedro da Mata e da produtora cultural Silvaneia Montelo.

Comments


bottom of page