Festival Varilux de Cinema Francês anuncia mais três produções inéditas na edição 2021

A curadoria da edição 2021 do Festival Varilux de Cinema Francês, maior evento dedicado à cinematografia francesa fora da França, anuncia mais três produções inéditas, que poderão ser assistidas nas salas de cinemas de todo o país entre os dias 25 de novembro e 8 de dezembro. São elas: Delicioso: da Cozinha para o mundo”, de Eric Besnard, “Ilusões Perdidas”, de Xavier Giannoli e “@Arthur Rambo – Ódio nas Redes”, de Laurent Cantet.

O festival programou 17 longas-metragens inéditos e recentes da filmografia francesa e dois clássicos: O Magnífico”, de 1973, sob a direção de Philippe de Broca, com Jean Paul Belmondo no papel principal, e “As Coisas da Vida”, de 1970, dirigido por Claude Sautet. Rio de Janeiro e São Paulo recebem ainda uma Mostra em homenagem ao ator Jean-Paul Belmondo, falecido em setembro último, com quatro filmes: “O Demônio das Onze Horas” (1965), de Jean-Luc Godard, “O Homem do Rio” (1964), de Philippe de Broca, “Técnica de um delator” (1963), de Jean-Pierre Melville e “Léon Morin, o padre” (1961), de Jean-Pierre Melville.


Os outros filmes inéditos já divulgados são "Adeus, idiotas" e "Um conto de amor e desejo". A premiada comédia dramática "Adeus, idiotas", escrita, dirigida e interpretada por Albert Dupontel, recebeu sete prêmios César – foi indicado a 13. Estrelado por Virginie Efira, Albert Dupontel e Nicolas Marié, o longa já foi visto por mais de uma milhão de espectadores na França. A distribuição no Brasil é da Mares Filmes.

"Um conto de amor e desejo" é o segundo longa-metragem de Leyla Bouzid e tem no elenco Sami Outalbali, Zbeida Belhajamor e Diong-Keba Tacu. A produção integrou a Semana da Crítica de Cannes de 2021 e ganhou o prêmio de Melhor Filme no Festival Du Film Francophone d’Angoulême 2021. A distribuição é da Bonfilm.

Para download de fotos, acesse:

Filmes Festival Varilux 2021

Mostra Jean-Paul Belmondo

Clássicos do Festival Varilux 2021

OS TÍTULOS INÉDITOS

Para deixar os amantes da gastronomia com água na boca, a mostra apresenta “Delicioso: da Cozinha para o mundo”, uma comédia estrelada por Grégory Gadebois e Isabelle Carré, sob a direção de Eric Besnard. O filme conta um pouco dos primórdios da culinária francesa, bem como a criação do primeiro restaurante do país, antes mesmo da revolução francesa acontecer. No Brasil, a distribuição é da PlayArte.

Sinopse: No alvorecer da Revolução Francesa, Pierre Manceron, um cozinheiro ousado, mas orgulhoso, foi demitido por seu mestre, o duque de Chamfort. Conhecer uma mulher surpreendente, que deseja aprender a arte culinária ao seu lado, dá-lhe autoconfiança e o leva a se libertar de sua condição de servo para empreender sua própria revolução. Juntos, eles vão inventar um lugar de prazer e partilha aberto a todos: o primeiro restaurante. Uma ideia que fará com que eles ganhem clientes... e inimigos.

Já o longa-metragem “Ilusões Perdidas” traz no elenco principal os atores Benjamim Voisin, Cécile de France e Vincent Lacoste. Inspirado no romance homônimo de Honoré de Balzac e dirigido por Xavier Giannoli, o filme é ambientado no século XIX em que Lucien, um jovem poeta desconhecido ávido por abrir caminho na vida, deixa sua cidade natal para tentar a sorte em Paris. A produção foi indicada ao Leão de Ouro, além de outras duas categorias no Festival de Veneza. A distribuição é da California Filmes.

Sinopse: Lucien é um jovem poeta desconhecido da França do século XIX. Ele tem grandes esperanças e quer escolher seu destino. Ele larga a gráfica de sua província natal para tentar a sorte em Paris, nos braços de sua protetora. Logo deixado por conta própria na fabulosa vila, o jovem rapaz vai descobrir os bastidores de um mundo condenado à lei do lucro e das falsidades. Uma comédia humana na qual tudo se compra e se vende, da literatura à imprensa, da política aos sentimentos, das reputações às almas. Ele vai amar, sofrer, e sobreviver às suas ilusões.

Protagonizado por Rabah Naït Oufella, o drama “@Arthur Rambo – Ódio nas Redes” é dirigido por Laurent Cantet, realizador conhecido por usar suas obras para debater temas atuais da sociedade. Com a produção, Cantet discute o uso das redes sociais e os julgamentos no mundo digital. Integrante da seleção oficial das edições 2021 do Festival Internacional de Cinema de Toronto IFF 2021 e do San Sebastian, o filme conta ainda com Sofian Khammes, Antoine Reinartz no elenco principal e será distribuído no Brasil pela Vitrine Filmes.

Sinopse: Quem é Karim D.? Um jovem escritor empenhado no sucesso? Ou seu pseudônimo Arthur Rambo, que espalha mensagens de ódio em suas redes sociais?

O Festival Varilux de Cinema Francês é realizado pela produtora Bonfilm e tem como patrocinador principal a Essilor/Varilux, além do Ministério do Turismo, Secretaria especial da Cultura, o Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura e Economia Criativa e a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura. Outros parceiros importantes são as unidades das Alianças Francesas em todo Brasil, a Embaixada da França no Brasil, as empresas Club Med, Air France, Fairmont e Ingresso.com, as distribuidoras dos filmes desta edição: Bonfilm, California Filmes, Mares Filmes, PlayArte, Synapse e Vitrine Filmes, e os exibidores de cinema independente/de arte e as grandes redes de cinema comercial. A programação do evento, bem como os cinemas e as dezenas de cidades brasileiras participantes, pode ser acompanhada no site http://variluxcinefrances.com

Sobre a Bonfilm

Distribuidora de filmes e também produtora, a Bonfilm realiza o Festival Varilux de Cinema Francês há 12 edições e, desde 2015, o festival Ópera na Tela, evento que exibe filmes de récitas líricas em uma tenda ao ar livre no Rio de Janeiro e em cinemas de todo Brasil.

Posts Em Destaque
Posts Recentes