top of page

Filme brasileiro ‘Takanakuy’ ganha prêmio máximo na 32ª edição do Festival de Biarritz

‘Takanakuy’, filme dirigido por Vokos, atualmente diretor exclusivo na CINE, acaba de ganhar o prêmio máximo na categoria de curta metragens, o ‘Abrazo’, de um dos maiores eventos de cinema internacionais, o Festival de Biarritz América Latina, em Biarritz, na França. A produção vem ganhando destaque por todo o mundo, e foi muito comentada em três premiações internacionais: o OFF (Dinamarca), o Concorto Festival (Itália) e o La Guarimba International Film Festival (Itália).


Lançado este ano, o curta-metragem foi produzido todo em preto e branco, com cenas que revelam muito da cultura peruana, em regiões mais montanhosas e isoladas. O filme mostra os bastidores de um rito que acontece uma vez ao ano, em 25 de dezembro, quando os homens do povoado lutam entre si, com o objetivo de iniciar um novo ano livre de rancores e culpas. Essas lutas, que levam o nome de Takanakuy, são pouco conhecidas, mas retratam muito da cultura latino-americana.

“Estou muito feliz em ver o quanto esse projeto vem ganhando relevância e a atenção das pessoas. Takanakuy é um retrato cultural, ele comunica e exala os costumes latino-americanos, mais especificamente do Peru, para o restante do mundo. Agradeço a todo o time que participou desta produção e me ajudou a imprimir um pouco da cultura do meu país em um curta-metragem tão bonito”, comenta Vokos.

Além disso, o filme já recebeu menção especial do júri da competição internacional do festival do Curta-Metragem de Clermont-Ferrand, também na França, e pode estar entre os favoritos para a indicação ao Oscar 2024.

Comments


bottom of page