top of page

Fundação Roberto Marinho e Canal Futura incentivam a produção audiovisual entre os jovens

Em seus 17 anos de duração, o Geração Futura Juventudes já formou quase 500 estudantes e produziu mais de 400 vídeos. Nessa 18ª edição de 2024, o projeto — fruto da parceria entre a Fundação Roberto Marinho, universidades e o Canal Futura — vai receber 42 universitários de Comunicação de todo o Brasil. Eles foram selecionados por meio de um processo seletivo que, este ano, teve recorde de inscritos, com 56 universidades e 192 inscrições. De 22 de janeiro a 2 de fevereiro, os estudantes aprovados estarão imersos no mundo da TV, com a Oficina de Produção Televisiva, que acontecerá na sede da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e do Canal Futura, no Centro do Rio.

 



O projeto acontece em meio ao grande potencial do mercado audiovisual e a alta demanda por profissionais qualificados. Segundo o estudo “O impacto econômico do audiovisual na América Latina”, encomendado pela Netflix à Deloitte e divulgado em 2023, no ano de 2021, o setor do audiovisual no Brasil gerou uma receita total de R$ 56,9 bilhões, incluindo R$ 52 bi em produções de conteúdo e R$ 6 bi em produção de filmes. Já na pesquisa "Nos Bastidores: criatividade e investimento para a América Latina e o Caribe: lições aprendidas de uma conversa com as principais vozes do setor audiovisual", 58% dos entrevistados consideram que não há pessoal técnico suficiente na América Latina e no Caribe para o mercado audiovisual. 

Roteiro, Direção de Fotografia, Direção, Direitos na Economia Criativa, Formato, Produção, Animação, Trilha Sonora, Transmídia e Protagonismo negro nas produções audiovisuais são alguns dos temas que serão abordados na oficina da 18a edição do Geração Futura Juventudes. Após as aulas, os alunos voltarão para suas universidades para a produção dos vídeos autorais e exibição no Futura. O Geração Futura Juventudes 2024 conta com toda a orientação da equipe do Canal Futura, além de um time do mercado altamente qualificado para a formação dos estudantes:

 

  • André Glasner – diretor de programas de TV, cinema, vídeos institucionais e comerciais desde 2004. Vai ser o responsável pelo Workshop de Direção de Fotografia;

  • Andrea Marranquiel – diretora da Matilha Filmes, vai falar sobre Documentário de Causa;

  • Chinaina - cantor, compositor, apresentador, escritor e produtor musical

  • Douglas Lopes – o produtor vai abordar produção audiovisual no contexto periférico;

  • Eduardo Schemes – participou do Geração Futura Juventudes 2022. Hoje, trabalha no setor de audiovisual e vai ensinar edição na oficina;

  • Gilsa Medeiros – advogada especialista em proteção de dados, vai tratar de direitos na economia criativa

  • Juliana Lins – consultora, escritora, tradutora e roteirista, já trabalhou com Cinema e TV, incluindo o Canal Futura, e vai detalhar como finalizar roteiros;

  • Marcio Shima - animador, diretor, diretor de arte e produtor executivo na área de animação, tema de sua aula na oficina;

  • Mateus Marques - para as oficinas de jornalismo, o repórter da Globo News vai mostrar o dia a dia da profissão;

  • Natália Grimberg - vencedora do Emmy com Verdades Secretas e uma das diretoras da novela Cara e Coragem, vai mostrar os segredos no comando de uma produção audiovisual;

  • Tcharly Briglia - professor e comunicólogo, participante da edição 2014 do projeto Geração Futura Juventudes pela Uesc, vai falar de transmídia para os estudantes;

  • Rodrigo França – o ator e diretor vai tratar do protagonismo negro nas produções audiovisuais;

  • Vladimir Seixas – cineasta que trabalha com direção e roteiros de documentários, vai dar o workshop de formatação de projetos.

 

“A proposta do Geração Futura Juventudes é estimular o gosto pelo audiovisual e permitir que os estudantes tenham a oportunidade de agregar ainda mais experiência ao currículo. Queremos mostrar os diversos caminhos possíveis do audiovisual e incentivar visões mais amplas e diferenciadas do dia a dia profissional, interligando regiões e culturas do país, de uma forma dinâmica e participativa”, reforça André Libonati, líder de produção de conteúdo do Futura.

 

Sobre o Futura

O Futura é uma experiência pioneira de comunicação para transformação social que, desde 1997, opera a partir de um modelo de produção audiovisual educativa, participativa e inclusiva. É uma realização da Fundação Roberto Marinho e resultado da aliança estratégica entre organizações da iniciativa privada unidas pelo compromisso de investir socialmente, líderes em seus segmentos: SESI - DN / SENAI - DN, FIESP / SESI - SP / SENAI - SP, Fundação Bradesco, Itaú Social e Globo.

 

O Futura está disponível gratuitamente via Globoplay para acompanhar o sinal ao vivo da programação, além de um catálogo com mais de 185 títulos e 5.000 vídeos.

 

Assista também nas principais operadoras de TV por assinatura no Brasil:

 

• Net e Claro TV – 534 HD e 34

• Sky – 434 HD e 34

• Vivo – 68HD e 24 fibra ótica

• Oi TV – 35

 

É possível ainda assistir pela rede de TVs universitárias parceiras com sinal de TV aberta e parabólicas digitais.

 

O Futura também está presente nas redes sociais: Tik Tok, Instagram, X, Facebook e YouTube.

bottom of page