IZA é a celebridade mais influente do Brasil, segundo Ipsos

A cantora IZA foi considerada a celebridade brasileira mais influente do ano de 2021, de acordo com a terceira edição da pesquisa Most Influential Celebrities, realizada pela Ipsos. Em segundo lugar no ranking, ficou a top model Gisele Bündchen, seguida pela cantora Ivete Sangalo, pela vencedora da 21ª edição do Big Brother Brasil, Juliette Freire, e pela atriz global Jéssica Ellen, na quinta posição.

“O fato de termos apenas mulheres no ranking é um reflexo da sociedade frente à necessidade de representantes femininas. Essas celebridades trazem o poder da representatividade de forma autêntica e são todas muito bem-sucedidas, o que reforça a importância deste atributo como um driver de influência. Ao se observar outras características comuns deste time feminino, vê-se que são mulheres que se posicionam e fazem uso do seu sucesso para gerar impacto positivo, com uma postura extremamente motivacional. Elas possuem, portanto, uma grande conexão com a audiência”, analisa Cínta Lin, head de Creative Excellence na Ipsos.


O estudo também identificou os três nomes mais influentes em ascensão: a cantora Liniker (1º) e as influenciadoras digitais Jout Jout (2º) e Mari Saad (3º). Em contrapartida, a celebridade que apresentou menor poder de influência foi a rapper Karol Conká, considerada a “vilã” da última edição do Big Brother Brasil e massivamente criticada na web no decorrer e após o programa.

“A posição da Karol é reflexo da rejeição decorrente de seu comportamento no BBB 21 e que, posteriormente, levantou toda a reflexão sobre a cultura do cancelamento. Embora a artista esteja em um movimento positivo de aprendizado e tentando reconhecer e retomar atividades, o seu poder de influência foi reduzido e ela vai precisar reconquistá-lo aos poucos”, comenta Lin.

O objetivo do estudo é apresentar um panorama real do cenário para entender a importância das celebridades e como os consumidores se conectam e são influenciados por elas. A Ipsos entrevistou, entre os dias 01 e 07 de julho, 2.000 pessoas com mais de 16 anos em todo o Brasil, que avaliaram 200 celebridades e influenciadores digitais em 9 categorias de influência: Sucesso, Comprometimento/Confiança, Modernidade, Alegria/Carisma, Autenticidade, Role Model, Beleza, Atitude Frente à Pandemia, e Diversidade. A margem de erro para leitura da pesquisa sem recortes foi de 2 pontos percentuais.

Estas últimas duas dimensões são estreantes nesta edição do Most Influential Celebrities. Considerando apenas o drive de Atitude Frente à Pandemia, as cinco celebridades que mais se destacaram foram: Whindersson Nunes, Ana Maria Braga, IZA, Tiago Leifert e Camilla de Lucas. Já na categoria Diversidade, os mais influentes foram: Gloria Groove, IZA, Pabllo Vittar, Camilla de Lucas e Gil do Vigor.

A escolha dos famosos que entrariam na avaliação levou em conta se as personalidades participaram recentemente de novelas e campanhas publicitárias, o número de seguidores nas redes sociais, a frequência em que aparecem nas mídias, entre outros critérios.

Ainda segundo a Ipsos, os 5 canais pelos quais as pessoas mais seguem as celebridades são o Youtube (74%), o Instagram (66%), o Facebook (54%), o Tiktok (46%) e a TV aberta (39%).

Posts Em Destaque
Posts Recentes