top of page

Jornalistas lançam livros em primeira mão durante Congresso Nacional de Comunicação, em Belém

As jornalistas Grazielle Albuquerque, Fabiana Moraes, Cristina Serra, Juliana Dal Piva, Patrícia Marins e Miriam Moura, destaques no XVII Congresso Brasileiro dos Assessores de Comunicação do Sistema de Justiça (Conbrascom), lançam obras inéditas na programação, que refletem sobre temas como política, comunicação corporativa, humanização e diversidade. O Conbrascom ocorre entre os dias 8 e 10 de novembro, na sede do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, em Belém.


Na quinta-feira (9), uma noite de autógrafos com um coquetel oferecido aos participantes inscritos no congresso apresentará as obras. O evento ocorre em parceria com o portal jurídico Migalhas. Na ocasião, a empresa realizará sorteios de obras originais da editora Migalhas, tais como Liberdade de Imprensa (Libero Badaró); Manual de Redação Jurídica (José Maria da Costa); A Vida, o Direito e algumas Ideias para o Brasil (Luís Roberto Barroso); e Migalhas de Rui Barbosa – Vol. I e II (Organização: Miguel Matos).



"Há anos o Migalhas é participante do Conbrascom, e é com grande honra que nos unimos agora como parceiros neste, que é um evento tão significativo para os profissionais da comunicação jurídica. Estamos entusiasmados com este encontro, especialmente neste ano em que o congresso abraça temas tão sensíveis e relevantes para o nosso país", destaca Juliana Prado, jornalista do portal Migalhas.


O Conbrascom é uma realização do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ) e tem apoio do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (AM/PA) e do TJPA.


Conheça as obras:

“Da lei aos desejos - O agendamento estratégico do STF” - Grazielle Albuquerque

“Da lei aos desejos - O agendamento estratégico do STF” aborda a trajetória de exposição do Supremo Tribunal Federal (STF) e ajuda a compreender o dia 8 de janeiro deste ano, data marcada por ataques anti-democráticos ao poder judiciário.


A obra é resultado da pesquisa de doutorado da jornalista e cientista política Grazielle Albuquerque. Atualmente, Grazielle é colunista do Le Monde Diplomatique Brasil e realiza seu pós-doutorado no Programa de Comunicação da Universidade Federal do Ceará (UFC), onde também é professora do mestrado em Avaliação em Políticas Públicas.


“Muito além do media training - O porta-voz na era de hiperconexão” - Patrícia Marins e Miriam Moura

A obra reflete sobre o papel do media training como parte do processo de transformação das instituições e empresas e do posicionamento delas perante à sociedade. Patrícia Marins e Miriam Moura trazem entrevistas, dados e conhecimento de quem já atua há décadas na capacitação de mais de 12 mil porta-vozes e líderes de todas as áreas.


Em “Muito além do media training - O porta-voz na era de hiperconexão”, elas compartilham experiências, aprendizados, técnicas, ações e estratégias essenciais para quem trabalha com comunicação corporativa.


“A pauta é uma arma de combate - Subjetividade prática reflexiva e posicionamento para superar um jornalismo que desumaniza” - Fabiana Moraes

O livro analisa o discurso jornalístico sobre grupos sociais historicamente oprimidos, partindo do entendimento do jornalismo como partícipe de narrativas que transformam diferenças em desigualdades, como racismo, misoginia e outras formas de “outrofobia”. Para isso, Fabiana Moraes investiga caminhos de ruptura com os modos colonizados pelos quais o jornalismo atua desde o século 19.


Em um esforço para aproximar teoria e prática, o livro apresenta três reportagens de Fabiana publicadas no Jornal do Commercio do Recife: "A vida é Nelson" (2012); "Ave Maria" (2013); e "Casa grande & senzala" (2013). A autora se propõe a analisar os trabalhos uma década após sua publicação original, fazendo uma autocrítica e narrando com proximidade afetiva os bastidores dessas reportagens.


“O nascimento de Joicy” - Fabiana Moraes

O livro trata da temática da transexualidade. Conheça a saga de Joicy, ex-agricultora do agreste pernambucano, que busca o serviço público de saúde para uma cirurgia que mudaria seu corpo e sua vida. Fabiana Moraes traz, ainda, as dores, o suor, o assombro e a alegria de produzir a reportagem, publicada sob polêmica e aclamação em abril de 2011, e expõe a complicada relação com sua personagem.


A autora nasceu no Recife. É jornalista, documentarista e professora pesquisadora do Núcleo de Design e Comunicação Social da Universidade Federal de Pernambuco (campus Agreste).


“Nós, sobreviventes do ódio” - Cristina Serra

“Nós, sobreviventes do ódio” reflete sobre o momento considerado mais mais tenebroso do Brasil contemporâneo. Reúne 224 crônicas que combinam a chegada da extrema direita ao poder com Jair Bolsonaro, e avançam até 2023, com o início do novo governo de Lula e a tentativa de golpe no 8 de janeiro. A obra alerta para crimes cometidos no governo Bolsonaro.


A jornalista paraense Cristina Serra trabalhou em algumas das redações mais importantes do país, como “Jornal do Brasil”, “Veja” e Rede Globo. Na TV, foi repórter no Rio de Janeiro e em Brasília, correspondente em Nova York e comentarista do “Programa do Jô”. É colunista da “Folha de S.Paulo”. “Nós, sobreviventes do ódio” é o seu quarto livro.


“O negócio de Jair - A história proibida do clã Bolsonaro” - Juliana Dal Piva

A obra desvenda o passado secreto da família do ex-presidente Jair Bolsonaro. Juliana Dal Piva parte do escândalo das rachadinhas exposto pelo caso Queiroz, a partir de dezembro de 2018, para contar uma história que remonta à entrada de Bolsonaro na política na década de 1990: o esquema de corrupção conhecido entre os participantes como o “Negócio do Jair”.


Resultado de mais de três anos de apuração, baseado em depoimentos exclusivos, cópias sigilosas dos autos judiciais, mais de cinquenta entrevistas, mil páginas em documentos, vídeos e gravações de áudio, a autora demonstra como, à sombra dos grandes esquemas partidários, o clã acumulou milhões de reais e construiu o projeto político que conduziria o chefe da família ao posto mais alto da República.


Programação

O XVII Conbrascom inclui palestras e painéis com a presença de profissionais renomados e referências nacionais nas áreas da comunicação e do poder judiciário.


Confira a programação completa:


08/11


18h – Credenciamento


19h – Mesa de abertura


20h – Palestra de abertura: “A comunicação como instrumento de transformação e defesa das instituições”, com Cristina Serra


09/11


9h – Painel: "Debate Oito de janeiro e o trabalho da comunicação das instituições", com Grazielle Albuquerque e Juliana Dal Piva


10h30 – Intervalo


11h – Painel: "Debate Paz, justiça e instituições eficazes: como alcançar o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 16", com Patrícia Marins e Fábio Castro


12h30 – Intervalo


14h – Votação e mostra de cases

Comunicação Interna

Fotografia

Mídia Audiovisual

Mídia Digital

Mídia Radiofônica


15h – Intervalo


15h30 – Votação e mostra de cases

Mídia Social

Projeto/Campanha Institucional de Interesse Público

Publicação Impressa Especial

Relacionamento com a Mídia

Reportagem Escrita

Vídeo Institucional


17h30 – Painel: "Amazônia: a pauta é uma arma de combate", com Fabiana Moraes da Silva e Thuane Rodrigues Nascimento


19h – Coquetel de lançamento de livros


10/11


9h – Reuniões setoriais


12h – Intervalo


14h – Palestra de encerramento: "O acesso à justiça e os caminhos da comunicação", com Rodrigo Haidar


15h30 – Intervalo


16h – Plenária


20h – Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça


Comments


bottom of page