Laboratório de Videomapping incentiva a formação de novos artistas visuais em Belém

Incentivar a formação de novos artistas visuais em Belém do Pará, esse é o objetivo do “Laboratório de Videomapping” do projeto “Cores, Sons e Sensações”. O público-alvo são estudantes, artistas visuais, cenógrafos, designers, técnicos de eventos, arquitetos e curiosos em geral. As vagas foram disponibilizadas gratuitamente, e todas foram preenchidas.


A oficina será ministrada pelo artista paraense VJ Lobo, entre os dias 19 e 21 de outubro, na Universidade Federal do Pará. Há 20 anos no mercado, Lobo atua criando e recriando formatos inusitados de cenografia virtual por meio de videomapping. "A ideia é agregar na formação de novos artistas, ajudando os inscritos a entenderem e dominarem o videomapping, essa técnica artística que é como se fosse uma expansão do cinema que ocupa as ruas", diz VJ Lobo.


O Videomapping – A técnica, que faz sucesso em todo o mundo, consiste em programar conteúdos audiovisuais para serem projetados em objetos e superfícies, como prédios e monumentos, por exemplo.


A realização do “Laboratório de Videomapping” é de VJ LOBO e da AmpliCriativa, com patrocínio da Equatorial Energia e do Shopping Bosque Grão Pará, com apoio cultural da Lei Semear, Fundação Cultural do Estado do Pará (FCP), Governo do Pará e apoio institucional da Universidade Federal do Pará (UFPA).


De acordo com Michelle Miranda, analista de Sustentabilidade da Equatorial Pará, a empresa tem orgulho de fazer parte de um momento de aprendizagem como este, quando os interessados terão a oportunidade de trabalharem e conhecerem mais sobre a técnica de videomapping. “A Equatorial Pará participa deste projeto que une a arte e a educação. A empresa valoriza esta iniciativa, pois sabe do seu poder transformador na realidade da sociedade. Temos certeza que vamos capacitar pessoas que vão estar aptas a serem profissionais diferenciados no mercado”, pontua Michelle Miranda.


Cores, Sons e Sensações - O projeto é dedicado a contar histórias em experiências imersivas e emocionantes. De 7 a 16 de outubro, o “Cores, Sons e Sensações” levou a exposição “Círio de Sensações” a uma sala imersiva no Shopping Bosque. E no próximo dia 23, o encerramento oficial do Círio contará com o projeto pelo terceiro ano consecutivo. “O fio condutor (do projeto) é esse comprometimento com a pegada poética de que tudo é possível na contação de histórias. O diferencial é a criação de um universo de novas sensações para cada espectador, usando recursos diversos de videomapping, música, ruídos e atuações corporais em cena”, explica VJ Lobo.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square