top of page

Lia Sophia e duo Guaiamoons lançam single "Sangue Latino"

O single "Sangue LaDno" que nasce da parceria entre a compositora Lia Sophia e

Guaiamoons, duo formado pelo produtor musical Bernardo Massot e o rapper Mc Mãe,

é mais do que uma melodia envolvente e dançante; é um convite para celebrar a rica

tapeçaria cultural, geográfica e histórica que une os povos da América La9na.

"Sangue La*no" conta a história de uma conexão intrínseca que perdura através dos

tempos. Desde os desafios superados até a celebração da diversidade, a letra destaca a

força do des9no que une esses povos. As palavras ressoam como um chamado à dança,

à música e ao compar9lhamento de experiências, revelando a beleza de uma iden9dade

comum. “A diversidade musical da América La*na é um testemunho da riqueza cultural

que surge da fusão de tradições indígenas, africanas e europeias. A salsa, o reggaeton,

o merengue e tantos outros gêneros musicais são expressões vivas dessa fusão. "Sangue

La*no" nos lembra que, apesar das diferenças, há uma unidade intrínseca que deve ser

celebrada”, diz Mc Mãe.



Com experiências e influências diversas, os compositores Bernardo Massot, Mc Mãe e

Lia Sophia se uniram para dizer que o "Sangue La9no" transcende as barreiras

geográficas e étnicas e celebra aquilo que nos une. “A mensagem é clara: não importa

a nacionalidade, a língua ou as diferenças superficiais; no fundo, todos compar*lhamos

um "Sangue La*no". A canção nos convida a deixar de lado as divisões e a reconhecer as

semelhanças que unem as diferentes nações la*no-americanas” destaca Bernardo

Massot.



Ao destacar essa história de resiliência, a canção presta homenagem aos povos que,

apesar das adversidades, conseguiram manter viva a chama da sua cultura e iden9dade.

É um testemunho da capacidade de renovação, da força que reside no "Sangue La9no".

Em um momento em que muitos clamam por divisões, a música destaca as

caracterís9cas compar9lhadas entre os povos la9nos. A letra, cuidadosamente composta

por Bernardo Massot, Mc Mãe e Lia Sophia, nos fala de uma história conectada, onde

desafios foram superados, e um des9no comum foi moldado.

“Hoje, a preservação dos povos originários e de suas tradições é crucial. "Sangue La*no"

nos convida a refle*r sobre a importância de proteger essas culturas ancestrais,

reconhecendo-as como parte integrante da iden*dade la*no-americana. Neste encontro

de culturas, vemos o reflexo da alegria de viver, da celebração da vida, e da resiliência

que caracteriza os povos la*no-americanos”, ressalta Lia Sophia.


Arte Visual reflete a essência la0na


A capa do single, criada pelo renomado ar9sta visual Kambô, é uma obra de arte que

captura visualmente a diversidade cultural, geográfica e histórica da América La9na.

Elementos gráficos cuidadosamente escolhidos fazem referência às tradições, paisagens

e heranças ancestrais que moldam a região. Um grande rosto marcado por cores vivas e

vibrantes, por símbolos da dança e da música, pelo cocar indígena, por montanhas e pela

flora, além do mapa da América La9na, fazem referências a diversidade cultural e

histórica dessa região.


Disponível em todas as plataformas


"Sangue La9no" foi lançado em todas as plataformas digitais

em uma collab entre os ar9stas Lia Sophia e Guaiamoons.


Lia Sophia

Cantora, compositora, instrumen9sta e produtora musical, Lia Sophia tem mais de 20

anos de carreira e emplacou músicas em novelas da Globo, "Ai Menina" (Amor Eterno

Amor 2012) e "Incendeia" (A Força do Querer 2017), além de músicas em filmes e séries

de TV, conta com 6 Cds lançados, foi indicada ao 29 ̊ Prêmio da Música Brasileira como

Melhor Cantora, ano 2018, Ganhadora do Play de Prata por mais de 15 milhões de

streamings de áudio, vídeo e downloads de sua música “Ai Menina” pela Associação

Brasileira da Música Independente. Já gravou com grandes ar9stas brasileiros como Ney

Matogrosso, Zélia Duncan, Zeca Baleiro, Paulinho Moska, Pedro Luis, Pinduca, Elba

Ramalho, Jota Quest, Wesley Safadão e outros. Com shows pelo mundo, no Fes9val de

Artes do Caribe em Paramaribo, no Brazil SummerFest em Nova York, no Brazil Day em

Londres e recentemente na China onde seu show fez a festa da virada de ano 2024.

Reúne em suas redes sociais mais de 300 mil seguidores e tem mais de 30 milhões de

visualizações em seu canal no YouTube.



Guaiamoons


Na sonoridade é possível iden9ficar muitas vertentes e es9los, indo do boombap ao trap,

e ritmos regionais brasileiros como o maracatu e a guitarrada do Pará. Elementos

caiçaras inserem-se no contexto cosmopolita com ba9das eletrônicas, instrumentos

orgânicos, raps, melodias e par9cipações ilustres. É assim GuaiaMoons, duo formado

pelo rapper McMãe e pelo músico e produtor Bernardo Massot, ambos cariocas

radicados em São Paulo, começaram a busca pela ba9da perfeita em 2018. Flertando

com o manguebeat, o rap e outros temperos contemporâneos, os GuaiaMoons

trouxeram parcerias inusitadas em seu álbum de estreia que está previsto para março

de 2024.

Produtor musical que fazia parte da banda Whipallas, Bernardo Massot atua na área

desde 2005 e já trabalhou com nomes como Nave, Papa9nho, L7nnon, Edi Rock, Karol

Conká, Negra Li, Projota, Rashid, Liniker, Rincon Sapiência, Rapadura.

Já Mc Mãe canta rap, reggae e rock na cena underground do Rio de Janeiro desde 1997.

A par9r de 2002 rodou os maiores dos palcos do Brasil com MC Fox. Lançou dois discos

com a Banda Carranca, gravou três discos solo e fez parcerias com ConeCrewDiretoria,

Mahal, Dibob, Scracho, Rincón Sapiência, Raimundos, Família Sagrada Família, Gerson

King Combo entre outros.

Comments


bottom of page