top of page

Mastarel lança site como marco cultural no Porto do Sal

O site traz conteúdos sobre o Porto do Sal, Patrimônio e a Mastreação com suas ações educativas no Mercado e em seu entorno. Idealizado pela artista e professora Elaine Arruda, em parceria com o mestre em carpintaria naval João Aires, o Mastarel vem realizando ações que beneficiam moradores, feirantes e visitantes do Mercado do Porto do Sal, em Belém. 

 


As primeiras edições foram realizadas ainda em 2016 e 2018. A terceira foi lançada no final de 2023 e um dos pontos altos do projeto foi a Mastreação, realizada em 2 de dezembro, num evento que envolveu a iluminação do mastro sobre o mercado, atraindo cerca de 400 pessoas e proporcionando um festejo comunitário com música ao vivo, DJ, performances e exposições. A instalação ficou exposta até fevereiro de 2024, com visitas mediadas ao longo deste período.



A novidade é que agora, todo mês de dezembro haverá mastreamento, isso se depender da vontade dos produtores e do IPHAN, que já deu esta autorização à Elaine Arruda, a proponente do Mastarel. O esforço será para manter esse movimento como uma tradição, mas é necessário apoio. A terceira edição do Mastarel, em 2023, foi possível graças ao financiamento obtido via Lei Rouanet e ao patrocínio do Instituto Cultural Vale. Com esses recursos, o projeto ampliou suas metas e incluiu novos objetivos, como a restauração do telhado do Mercado do Porto do Sal, entregue no final do ano passado.

 

A reforma, supervisionada pelo arquiteto Leno Martins e liderada por João Aires, envolveu a substituição e pintura de telhas, além de reparos em goteiras. A equipe de trabalho foi composta por moradores locais, que passaram por treinamentos de segurança e receberam equipamentos de proteção individual. Após a reforma do telhado, uma grande limpeza do mercado, denominada "Lavadão", foi realizada, beneficiando diretamente 30 permissionários. Esta ação contou com o apoio da prefeitura de Belém e da loja Frida Store. Em seguida, iniciou-se a pintura interna do mercado para corrigir infiltrações e áreas desgastadas.

 



Em julho de 2024, o projeto lançará o livro "Mastarel", baseado na tese de doutorado de Elaine Arruda, com 800 cópias distribuídas gratuitamente a diversas instituições. Esta publicação será também traduzida para o inglês, ampliando o alcance das histórias e memórias do Porto do Sal. O Projeto Mastarel não apenas revitalizou o Mercado do Porto do Sal, mas também fortaleceu os laços comunitários e segue promovendo o patrimônio cultural da Amazônia, deixando assim um legado significativo para Belém.

 

Serviço


Ministério da Cultura, Instituto Cultural Vale e Projeto Mastrael lançam o site mastarel.com (https://mastarel.com/). Mais informações: @projetomastarel  (https://www.instagram.com/projetomastarel/). O projeto é viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura Rouanet, com patrocínio master do Instituto Cultural Vale e realização do Ministério da Cultura, Apneia Cultural e Tijuquaquara Produtora Cultural.

Opmerkingen


bottom of page