MasterChef+ define os oito participantes que seguem na disputa. Paraense é um deles!

A noite dessa terça-feira (15) foi marcada pela estreia da primeira temporada do MasterChef+, formato inédito no Brasil que reúne cozinheiros amadores entre 60 e 80 anos. Após a seletiva com os jurados, 8 dos 20 competidores conquistaram o tão sonhado avental depois de encantarem o elenco com receitas autorais que despertaram memórias afetivas.


Durante a apresentação dos pratos teve de tudo: Erick Jacquin dançando valsa e recebendo elogios de fãs, além de Helena Rizzo lutando karatê e sendo xavecada. O primeiro episódio contou ainda com a participação dos chefs Mara Salles, Benny Novak e Renata Braune, que ajudaram na escolha dos concorrentes.



Veja os participantes selecionados:


Astro


80 anos/ Caraguatatuba (SP)/ Do lar



Chega trazendo luz própria ao MasterChef+, como seu nome já diz. O último romântico da galáxia, com um jeito simpático e galanteador, costuma cozinhar para a esposa e enviar fotos dos pratos para fazê-la almoçar em casa no intervalo do trabalho. Sempre que possível, adora juntar a família, que é bem grande, em volta da mesa. Tem cinco filhos, quatro netas e quatro bisnetas. Diz que conquistou o amor de sua vida pelo estômago e promete agradar os jurados - em especial a chef Helena Rizzo - com seus poemas e seu tempero especial.




Beth


70 anos/ São João do Almeida (MG)/ Dona de pousada



Maria Elizabeth gosta de ser chamada de Beth. É uma mineira de comida afetuosa, que vai arrancar risadas no MasterChef+ contando suas histórias de vida. Mora em uma fazenda na Serra do Cipó (MG) e dedica seu tempo cozinhando no fogão a lenha, cuidando da horta e, principalmente, batendo papo com suas galinhas que têm nomes de artistas, como Rita Lee e Hebe Camargo. Dona de uma pousada, adora conversar e faz um verdadeiro show para os hóspedes. Anda sempre com o São Benedito (o santo cozinheiro) no bolso para não errar as receitas. Cativante e comunicativa, garante que tem o suficiente para conquistar os chefs pelo humor e pela barriga.




Glaci


63 anos/ Curitiba (PR)/ Psicóloga



Carateca, está pronta para mostrar sua força e habilidade na cozinha do MasterChef+. Psicóloga aposentada, mora no litoral do Paraná e chegou a administrar o bar do filho. Além de ser faixa preta, adora viajar para estudar gastronomia, que sempre foi sua grande paixão. Disciplinada e cheia de energia, não tem medo de se arriscar em coisas novas e deseja colocar em ação todo o seu repertório para vencer o programa.




Helena


67 anos/ Araguari (MG)/ Professora



É uma verdadeira guerreira. Criada na roça de Araguari, começou a cozinhar ainda na infância, pois era muito arteira e a mãe acreditava que isso poderia colocar juízo na cabeça da filha. Cresceu, aprendeu muito sobre as tradições da culinária caipira e foi morar com uma família de libaneses, onde agregou receitas árabes ao seu repertório. Estudiosa e dedicada, descobriu o sonho de se tornar professora e conseguiu conciliar o trabalho com os estudos de magistério. Hoje é aposentada, vive com o sorriso no rosto e garante que tem cartas na manga para conquistar os jurados.




Nadja


62 anos/ Maceió (AL)/ Química



Seu marido que a perdoe, mas sua grande paixão é o chef Erick Jacquin. A nordestina arretada não vê a hora de poder preparar gostosuras para o seu “gordinho” preferido. Muito animada, gosta de cantar enquanto encara as panelas e dá preferência para comidas simples, com muito sabor. Na sua visão, cozinhar é um ato de amor. Muito esforçada, é licenciada em Química e começou o curso de Direito aos 52 anos só para aprender sobre leis, seus direitos e deveres. É uma mulher muito religiosa e acredita que estar no programa tem um propósito divino.





Ney


60 anos/ Belém (PA)/ Educador físico



Tem um espírito inquieto. Já estudou Educação Física, foi radialista, apresentador e, ultimamente, considera-se um homem em desconstrução. Há pouco tempo, deixou de comer carne e embrenhou-se na meditação para se encontrar, mostrando que a busca pelo autoconhecimento não tem idade. Trabalha na área de gerontologia estudando o envelhecimento, além de ser instrutor de meditação e canoagem. Orgulhoso de sua terra, gosta de cozinhar com elementos da culinária amazônica e paraense e não tem dúvidas de que toda sua bagagem vai guiá-lo direto ao título de ganhador do primeiro MasterChef+.




Pietro


70 anos/ Colletorto (Itália)/ Aposentado



Nascido na Itália, chegou decidido a entrar no MasterChef+ para representar essa cozinha que agrada multidões ao redor do mundo todo. Mas, engana-se quem acha que só de massa vive o cozinheiro. Viajado e estudioso, se aposentou após a pandemia e foi conhecer a gastronomia de outros países. Quer aproveitar a vida começando pelo agora e nada melhor do que o MasterChef+ para iniciar essa jornada.




Sérgio


61 anos/ São Paulo (SP)/ Executivo



Só depois de construir uma carreira bem-sucedida resolveu se dedicar à culinária, quando já tinha seus 40 anos. Depois de viajar por vários lugares do mundo, se sentiu confiante para mostrar por que merecia uma vaga na cozinha mais cobiçada do Brasil. Casado com um confeiteiro de mão cheia e descendente de italianos, garante que sua construção de sabores somada à sua intuição é o passaporte perfeito para chegar à final.


Criado por Franc Roddam, o formato MasterChef é representado internacionalmente pela Banijay. O programa é uma produção da Endemol Shine Brasil para a Band e para o Discovery Home & Health. O talent show vai ao ar toda terça-feira, às 23h, na tela da Band, com transmissão simultânea no Band.com.br e no aplicativo Bandplay. A atração também é exibida toda sexta-feira, às 18h20, no canal Discovery Home & Health e no streaming discovery+. O público ainda pode acompanhar os episódios pelo canal oficial no YouTube.



IMPORTANTE - Fotos de divulgação estão disponíveis em nossa conta no Flickr, basta acessar https://bit.ly/3zJA7wi.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square