Mestre Curica lança registro audiovisual e disco que reúnem Carimbó e Guitarrada

Uma mostra inédita das várias expressões musicais de Mestre Curica, além de um registro audiovisual da história de vida e parcerias desse consagrado representante da cultura paraense. Esse é o objetivo do projeto “Os Carimbós e as Guitarradas de Mestre Curica”, que reúne em um vídeo, a ser lançado no canal do YouTube do artista, nesta sexta-feira, 26. O projeto também rendeu um disco que chega, no dia 27, às plataformas de streaming musical.

Para celebrar os lançamentos, Curica faz um show ao vivo, neste sábado, 27, no Espaço Cultural Apoena. Na banda, com o Mestre, vão tocar todos os músicos que gravaram o projeto, inclusive Aldo Sena. A noite também conta com a discotecagem de ritmos regionais com a Dj Jack Sainha. Tudo a partir das 20h.



O projeto traz convidados especiais, como o Mestre Aldo Sena, além de jovens talentos da música paraense, resultando em um formato de show e bate-papo que faz um passeio pela sua diversa carreira e obra musical, transitando entre o Carimbó e a Guitarrada. “O vídeo exibe apresentações do Mestre, como banjista e solista, na sua guitarra, executando suas canções. Da mesma forma, a banda, num primeiro momento, toca com instrumentos tradicionais do Carimbó pau e corda e, num segundo momento, toca os instrumentos elétricos da guitarrada. Essa ideia que trouxemos para o projeto foi para acentuar o pioneirismo dele na história da música paraense, quebrando de paradigmas entre tradição e modernidade” explica afirma Bruno Rabelo, idealizador e produtor musical do projeto.

No total, são dez músicas, escolhidas dentre as mais consagradas de Curica, além de uma inédita "De Bragança para Belém", que é uma homenagem do mestre à sua esposa, Dona Leo (natural da cidade cortada pelo Rio Caeté), e ao seu pai, Raimundo Leão Ferreira, antigo trabalhador da outrora Estrada de Ferro.



Para Mestre Curica, realizar este projeto é mais uma grande experiência ao longo de seus 56 anos de carreira artística. “É um projeto que vai ficar pra resto da vida, valorizando ainda mais minha trajetória como músico. Fiquei muito agradecido a todos que se empenharam em realizá-lo, principalmente meus músicos que fizeram um som de primeira”, avalia Curica.

O vídeo também traz um registro documental que resgata a história de vida de Curica, que nos anos 70, foi um dos pioneiros do Carimbó tradicional com a gravação do banjo na era dos LPs, junto ao Mestre Verequete e, 30 anos depois, com os Mestre da Guitarrada, inseriu o banjo e sua criação, a "Guitarrinha cabocla" na Lambada, gênero paraense urbano contemporâneo. “O projeto visa homenagear a histórica carreira de Mestre Curica, enquanto Mestre vivo da cultura popular paraense, incentivando o diálogo entre diferentes gerações e linguagens musicais, experimentando saberes e sonoridades das manifestações do Carimbó e Guitarrada e salvaguardando a produção e a difusão dos conhecimentos desse importante representante da cultura popular paraense”, defende a produtora executiva do projeto, Lorena Pantoja.

Nos relatos de Curica no vídeo, é possível ouvir grandes fatos históricos da música paraense, como a entrada dele no conjunto Uirapuru, criado no fim dos anos 60, por Mestre Verequete, e a consequente participação em gravações de discos consagrados do Carimbó paraense. Entre as histórias dedicadas a Guitarrada, Curica rememora o famoso grupo Mestres da Guitarrada, criado pelo músico e produtor Pio Lobato em 2002, que reunia ele, Aldo Sena e Mestre Vieira, e os alçou nacionalmente como ícones da lambada instrumental para a guitarra elétrica. As entrevistas feitas com o Mestre e demais músicos que integram o documentário, foram capitaneadas pela cantora e instrumentista, Layse Rodrigues.

Além do registro audiovisual, haverá também o lançamento do disco “Carimbós e Guitarradas”, com a junção de todas as músicas apresentadas no vídeo, mais uma faixa bônus. “O trabalho registrado em vídeo ficou tão rico que resolvemos também fazer um álbum ao vivo oficial de carreira do Mestre com esse resultado. O disco será lançado pelo selo Brio Produções, criado por nós para esse fim”, detalha Bruno Rabelo.



Junto com Mestre Curica, participaram das gravações do projeto os músicos Marcelino Santos (banjo e percussão), Zé Augusto (guitarra), Daniel Cordeiro (sax), Tony da Flauta (flauta), Paulinho Bernardes (bateria), Silvano Cardoso (baixo), Aldo Sena (guitarra) e Bruno Rabelo (guitarra).

Selecionado pelo Edital de Culturas Populares - Lei Aldir Blanc 2020, o projeto foi gravado pela equipe da Maruja Produções, no Espaço Cultural Apoena, em várias etapas. A captação e edição de áudio foi do Estúdio Casa, de Armando Mendonça.

Serviço

Vídeo no Youtube: 26/11

Disco nas plataformas musicais: 27/11

Show de lançamento: Sábado, 27, 20h. Espaço Cultural Apoena (Duque de Caxias, 450, altos). Ingressos: R$ 15

Internet

Canal do Youtube: www.youtube.com/channel/UC791rg_c5eFl4fECW6aci0A

Instagram: https://www.instagram.com/mestrecurica/

Posts Em Destaque
Posts Recentes