Modelo nascida em comunidade carioca cai nas graças de Kanye West!

Nascida e criada no Complexo do Chapadão, no Rio de Janeiro, Juliana Nalú (@juliananalu), de 23 anos, viu sua vida dar uma reviravolta: dias atrás, a bela caiu nas graças de ninguém menos que Kanye West.

"Eu estava na festa da Kendall Jenner, que aconteceu no Nice Guy, em Los Angeles. Em determinado momento, o Kanye me abordou sorrindo e disse: 'Adorei seu look, amei muito!'. Agradeci e me apresentei e, na mesma hora, ele chamou a assistente, pedindo para que ela pegasse meu contato pois ele tinha interesse em fazer futuros trabalhos comigo na moda", revela.

"Quando eu estava indo embora, a assistente dele veio até mim novamente, para se assegurar que tinha anotado o número correto. Desde então, estamos negociando uma parceria para trabalhos nos projetos de moda do Kanye", diz.


Modelo desde os 14 anos de idade, Juliana deixou a comunidade periférica onde morava com a família para estrelar importantes campanhas mundo afora.

O sucesso na moda começou em 2016, quando venceu o “CUFA - Solte seu Brilho”, concurso realizado pela Rede Globo em parceria com a Central Única das Favelas e que contou com a atriz Taís Araújo como madrinha.

Desde então, a jovem mudou-se para Los Angeles e coleciona em seu currículo campanha de beleza para a poderosa L'Oréal e para grifes internacionais de moda, como Urban Outfitters, American Eagle e PrettyLittleThing, entre diversas outras.

"Minha mãe sempre batalhou muito. Nunca tive luxos durante minha infância e adolescência, mas tive o essencial pra me tornar quem sou hoje: muito amor e educação", reflete a jovem de origem humilde.

Representada no Brasil por Pedro Bellver e Wellington Vieira, da Mix Models, a bela já atuou em outros disputados mercados, como Reino Unido, Espanha e Grécia.

Em paralelo à moda, formou-se em artes cênicas pela CAL - Casa das Artes de Laranjeiras, e conquistou a oportunidade de participar do último episódio da novela "Segundo Sol”, da Rede Globo, como par romântico de Chay Suede, em 2018.

"Tenho muita gratidão por tudo que vivi e o que aprendi nesse caminho. Meu próximo passo é implantar um projeto social para ajudar os jovens de onde cresci. Tem muitas meninas como eu nas comunidades pelo Brasil, mas as oportunidades infelizmente não chegam por lá. Quero estimular isso, ajudar a dar perspectivas aos que não nasceram em lugares privilegiados. Eu tenho muito orgulho de ter vindo de uma comunidade. Aqui fora, quando me conhecem e perguntam de onde eu sou, eu já falo cheia de orgulho: ‘I'm from the favela!’. Com a boca cheia, porque é assim que a gente vai mudar esse estereótipo de que vir da favela é uma coisa ruim", finaliza.

FOTOS: JULIANA NALU

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square