Musical histórico sobre ex-esposas do Rei Henrique VIII estreia em Belém

Nos dias 28 de janeiro e 04 e 11 de fevereiro, o Teatro do Sesi, em Belém, recebe "Six - Um Musical Histórico", sempre às sextas-feiras, 20h. O espetáculo de teatro musical é inspirado na montagem britânica sobre as seis ex-esposas do Rei Henrique VIII, considerado o pior monarca da Inglaterra. Por serem mulheres no século 16, tiveram suas narrativas apagadas na história, mas no século 21 se uniram durante uma noite para montar uma 'girl band' e cantar suas histórias. Pela primeira vez, a peça musical com a experiência de Show, é montada no Brasil, dando destaque a Belém pelo protagonismo.

A realização é da SWAM Studios e Tudo Conveniência, com direção teatral de Bárbara Gibson, direção musical e versão brasileira das músicas de Lidia Marçal e Giovanna Marçal, direção coreográfica de Victória Aben-Athar e produção executiva e direção de palco de Emanuele Corrêa.

Questionada sobre o que o Six representa para este momento de retomada das atividades culturais na cidade, a produtora executiva relembra que o espetáculo foi pensado para estrear em 2020, mas com a pandemia a produção levou dois anos. Agora, a expectativa é grande e conta que o público aguarda a produção paraense. "É um sonho compartilhado por todas nós. Que começou em 2020 e cada dia foi se tornando real, junto com essas oito atrizes incríveis e uma equipe técnica de mulheres que são surreais. Passa um filme na cabeça: do ensaio remoto até estarmos vacinadas, sem descuidar das medidas de proteção. Eu tenho certeza que o público terá uma experiência única, valiosa e vai se emocionar, rir, cantar e vibrar junto. A cena artística local ganha. Eu sinto um orgulho absurdo de fazer parte de um processo que fala de mulheres, feito por mulheres", explicou Emanuele.



*Sobre o espetáculo -* As rainhas são apresentadas como uma ‘girl band’ do século 21 e representam uma diva da música pop. O espetáculo tem 1h50 minutos de números musicais cheios de energia, sensibilidade e comicidade, revelando como era ser esposa e mulher e ter que vivenciar violência de gênero, feminicídio, silenciamento e apagamento, assuntos ainda atuais.

O espetáculo trabalha com a estratégia de alternantes, ou seja, duas atrizes representam a mesma Rainha, em sessões diferentes: Catarina de Aragão (Helena Bastos), Ana Bolena (Jully Lima e Carol Maia), Jane Seymour (Lohane Taketa e Sofia Sinimbu), Ana de Cleves (Rayane Trindade e Lohane Taketa), Catarina Howard (Izabella Pantoja ) e Catarina Parr (Yasmim Miranda).

Bárbara Gibson explica que na parte teatral, preocupou-se em desenvolver mais a história de cada uma das rainhas, além de tornar os aspectos cômicos contextualizando com a linguagem e cultura paraense. "Eu desenvolvi com mais afinco a história delas, sem abandonar o multiculturalismo que é fundamental no espetáculo. Com o elenco criei cenas novas, sem perder de vista a necessidade de manter o musical coeso. Acredito que a parte teatral, assim como o trabalho como um todo, vai surpreender fãs do musical e encantar novos espectadores", ressaltou.

Para as diretoras musicais e versionistas Lidia e Giovanna Marçal, o espetáculo tem dois momentos: a concepção das versões brasileiras das músicas e dar voz a essas versões, dirigi-las musicalmente. "Como versionista o processo foi bem longo, mas extremamente satisfatório. Pela primeira vez eu divido esse cargo com os meus sócios dentro de um campo que não costumava explorar em nossas produções. Já como direção musical foi diferente de tudo o que já fizemos para o teatro musical. Termos somente seis meninas no palco criando harmonias vocais voltadas para a música pop e trazendo uma energia totalmente diversa. Acredito que as pessoas podem esperar um musical com muita história mesclada ao som de músicas que trazem aquela energia do mundo pop e suas divas", pontuou Lidia.



" O resultado disso é um espetáculo lindo que estamos muito ansiosas para compartilhar com todo mundo, com muito riso e uma porção de outras emoções. Além de ser um orgulho e tanto trabalhar com tantas mulheres incríveis e fortes em opiniões, ideias. Todas muito diferentes, mas que compartilham desse mesmo amor pela arte e vontade de contar essa história sob a nossa perspectiva", completou Giovanna.

O processo de montagem coreográfica levou cerca de 14 meses, e a diretora coreográfica Victória destaca o workshop preparatório de Stiletto - gênero de dança híbrido que mescla diversas vertentes do guarda-chuva das danças urbanas, executadas com salto alto -, além de pesquisa de referência e laboratórios de criação para dar ao público a experiência de assistir ao show de divas pops. "As coreografias habitam, esteticamente, o mesmo espectro estilístico das montagens inglesa e estadunidenses. Entretanto, as coreografias em si são bem diferentes, o que construímos é bem nosso. Acredito que haja algumas surpresas para quem já está familiarizado com o conteúdo internacional. O público pode esperar muitas referências de grandes artistas mulheres da atualidade e do final do século passado e um turbilhão de emoções traduzidas em movimento. O espetáculo é uma ode à todas as mulheres que tiveram suas histórias escritas por homens e suas vozes roubadas e silenciadas, é uma grande catarse. Como uma das personagens enuncia no próprio espetáculo, viemos recuperar os holofotes que sempre foram nossos por direito", finalizou.

*Ficha Técnica:*

Realização: SWAM Studios e Tudo Conveniência.

Patrocinadores: Paulo Tattoo, Govinda Restaurante Vegetariano, Banda Warilou, Pilates Saúde

Apoio: Shopping Castanheira, Malharia Latitude, Quick, Take Tattoo


Equipe Técnica

Direção Teatral: Bárbara Gibson

Direção Musical: Lidia Marçal e Giovanna Marçal

Direção Coreográfica: Victória Aben-Athar

Produção Executiva e direção de palco: Emanuele Corrêa


Elenco

Catarina de Aragão: Helena Bastos

Ana Bolena: Jully Lima e Carol Maia

Jane Seymour: Lohane Taketa e Sofia Sinimbu

Ana de Cleves: Rayane Trindade e Lohane Taketa

Catarina Howard: Izabella Pantoja

Catarina Parr: Yasmim Miranda


SERVIÇO - "SIX - UM MUSICAL HISTÓRICO"

Data: 28/01, 04/02 e 11/02 (sextas)

Hora: 20H / Local: Teatro do Sesi. Avenida Almirante Barroso, 2540.

Ingresso: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (Meia). Disponíveis na bilheteria do Sesi ou no site do evento: https://www.eventim.com.br/artist/sixmusicalhistorico/

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square