“O Reflexo do Lago”, filme de Fernando Segtowick, estreia dia 11 de agosto no Cine Líbero Luxardo

Na década de 1980, a maior barragem hidrelétrica da floresta amazônica foi construída na cidade de Tucuruí - PA para fornecer energia à indústria do alumínio. Quarenta anos depois, as pessoas que moram nas ilhas do rio Caraipé, dentro do reservatório da usina, ainda não têm acesso à eletricidade em suas casas. Um cineasta e sua equipe chegam ao local para filmar o resultado da busca desenfreada do homem pelo desenvolvimento, refletido em uma comunidade que vive há décadas com os impactos sociais e ambientais de um grande projeto na Amazônia.

Esta é a premissa de “O Reflexo do Lago”, primeiro longa-metragem do diretor Fernando Segtowick, distribuído pela Elo Company e que chega ao Cine Líbero Luxardo no dia 11 de agosto. No dia 13 de agosto, a exibição do filme será seguida de debate com a presença do diretor. O filme teve estreia mundial na Mostra Panorama do Festival de Berlim em 2020 e foi selecionado para festivais na França, Itália, Irlanda, Estados Unidos, Kosovo e Colômbia.




Produzido pela Marahu Filmes, o documentário permite que o espectador se transporte para a região amazônica e acompanhe o impacto causado, tanto na vida de seus habitantes como na transformação permanente da mata ao redor.

“O Reflexo do Lado é um convite para que se juntem a nós, em meio aos moradores do Rio Caraipé e das árvores mortas pela hidrelétrica de Tucuruí. É um convite ao público para ver a destruição da floresta e o desaparecimento de animais, mas também, é uma chance para que possam viajar no barco do Seu Manduca e ver aquela gente que também dança, reza, sorri e vive. Essa população resiste apesar do poder dos ciclos econômicos e dos governantes que continuam a assombrá-la, em uma história que é a própria história da Amazônia”, comenta o diretor.



Programação:

Cine Líbero Luxardo

O REFLEXO DO LAGO

11/08: 16h30

12/08: 18h30

13/08: 20h* sessão debate após a exibição

14/08: 16h30

15/08: 17h* sessão extra

16/08: 18h30

17/08: 20h


Ficha Técnica

Direção e Roteiro: Fernando Segtowick

Produtores Executivos: Brenda Silvestre e Thiago Pelaes

Direção de Fotografia: Thiago Pelaes

Montagem: Frederico Benevides

Som: Victor Kato, Igor Amaral e Lauro Lopes

Design de Som e Mixagem: Lucas Coelho

Colaboração Design de Som: Guilherme Farkas

Assistentes de Direção: Rodrigo Garcia e Dayana Manasses

Baseado no livro de fotografias “O Lago do Esquecimento” de Paula Sampaio e

nas pesquisas de Edilene Portilho


Sobre o Diretor

Fernando Segtowick nasceu em Belém do Pará em 1971 e estudou jornalismo na Universidade Federal do Pará. Em 2015, fundou a produtora Marahu Filmes e já dirigiu curtas-metragens e séries para a televisão exibidas no Brasil e no exterior. Seus projetos têm como tema as pessoas da Amazônia. Coordena desde 2019, o Marahu Lab, iniciativa de formação para profissionais do Norte do país. Participou do Rotterdam Lab em 2019, com o projeto Passagem Esperança. O Reflexo do Lago é seu primeiro longa-metragem.

MARAHU FILMES

Braço de conteúdo do Grupo Clarté Foto e Cinema, desde 2015 desenvolve projetos para cinema e televisão com temáticas da Amazônia. Produziu curtas e médias metragens, além de séries para a televisão. Em 2020, lançou além de O Reflexo do Lago, a série Sabores da Floresta para o Canal Futura. Atualmente está em produção da série “Olhares do Norte” sobre a fotografia paraense e o telefilme “Villa-Lobos em Paris” com exibição no Canal Arte1.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square