top of page

Pratagy canta o peso do dia a dia imerso na melancolia pop de “Dói”, single que traz participação de Paso

A contradição parece morar no cerne de "Dói", single que une Pratagy à musicista, compositora e produtora Paso, sua conterrânea. Depois do lançamento de “Curado ou Distraído”, seu quarto álbum de estúdio, o cantor, compositor e já reconhecido produtor musical paraense traz uma abordagem mais leve para sua música. Com abordagem timbrística calcada na melancolia, mas levada pop, "Dói" versa sobre pequenos acontecimentos do dia a dia que ajudam a aliviar o peso da vida contemporânea. "Dói" chega em 24 de maio pelo Selo Caquí, via Shake Music. Produzida por Pratagy, a parceria também está na letra, escrita pelos dois artistas.




“Dói” surgiu como um respiro depois do longo processo de três anos do seu último álbum, como uma forma de voltar ao jeito descomplicado de composição de suas primeiras músicas, em casa e tocando todos os instrumentos. Paso, também paraense, surgiu como uma parceria pela conexão de seu som com o de Pratagy – o estilo simples, melancólico e poético de sua obra.


“Pra mim, é difícil fazer parcerias porque demora a conexão, mas com a Paso foi instantâneo”, conta Pratagy. A letra, que traz o peso do cotidiano, surgiu como um desdobramento natural de suas conversas. Um dia, ao planejarem se reunir para compor, Paso disse que tentaria sair mais cedo do trabalho para encontrá-lo – e logo foram surgindo outras cenas relacionadas à rotina a vontade, por vezes, de escapar dela com um pouco de mágica: “trazendo uma coisinha da rua, tentando começar a comer fruta, ou fazendo uma canção”.


Fotos: Tereza Maciel


A produção, que destaca o violão e guitarra, mas também traz o eletrônico dos teclados, mescla o caminho já traçado por Pratagy com uma sonoridade fora de sua zona de conforto. O resultado é um pop rock meio The Cardigans, meio Nando Reis, referências compartilhadas por Pratagy e Paso“uma coisa anos 90/2000, sem medo de ser feliz”, descreve Pratagy.


Sobre Pratagy 

Músico paraense que começou sua carreira gravando em casa os álbuns Búfalo e Pictures, de sensibilidade pop e acessível aliada a arranjos inventivos, influenciado por artistas como Mahmundi e Toro y Moi. Mergulhou no synth pop dos anos 80 de Depeche Mode a Marina Lima no EP Voo e Mansidão, em 2018. No ano seguinte lançou o álbum homônimo Pratagy pela Natura Musical, de sonoridade contemporânea do R&B ao house, com parcerias da música indie cearense Arquelano e Emischramm. Em 2023, o artista lançou seu disco “Curado ou Distraído” com participações de Manu Guedelha e Alê Sater (da banda Terno Rei).


Sobre Paso 

Paso é o nome artístico de Paulyanne, musicista, compositora e produtora paraense. Em 2022 estreou com os singles "Down", em parceria com o estadunidense Nick Nery, e "Bond Breaking". Gravando e produzindo em casa, inspirada por artistas como Solange, John Frusciante, 21 Pilots e Meshell Ndegeocello, Paso também lançou o single "I Don't Want to Regret Anything" baseada em uma sessão de terapia. Em 2024 Paso começa a cantar em português, ao lado do seu conterrâneo Pratagy, no single "Dói".



FICHA TÉCNICA

Dói \ (Pratagy/Paso)


Produzido por Pratagy


Pratagy: voz, violão, guitarra, baixo e teclados

Paso: voz e guitarra

Caio Feijó: bateria


Mixado e masterizado por Reiner

Distribuição: Selo Caquí via Shake Music

Arte da capa: Felipe Moia

Fotos: Tereza Maciel


Bateria gravada em home studio por Eduardo Feijó; vozes e demais instrumentos gravados no Studio Torto por Reiner e Pratagy.


LETRA

Dói (it hurts) / Passa o tempo (time pass by) / E assim mesmo (even so) / Dói (it hurts)

Se eu posso mudar / Mudar as coisas / Sempre sem jeito /Sem jeito...

Dói / Não achar o conforto / Implorar aconchego / The weight of loneliness pushing me down / Todo dia, dia todo o mesmo / Caminho e desejos / Não realizados e / Esquerdo é sempre o lado que queima o sol

Dói (it hurts)

Larga o trabalho / Hoje mais cedo / Não trouxe nada / Da rua, da rua

Frutas da estação / Tentar de novo / Voltas no quarteirão / De tanto que você demora / 

E dói / Não achar o conforto / Implorar aconchego / The weight of loneliness pushing me down / Todo dia, dia todo o mesmo / Caminho e desejos / Não realizados e / Esquerdo é sempre o lado que queima o sol

Sometimes it hurts so good (às vezes) / Estar com você

Sometimes it hurts so good (às vezes) / Estar com você 

Dói (it hurts)



Kommentarer


bottom of page