'Rede de Saberes' oferta oficinas gratuitas a artesãs da ilha de Cotijuba

Criar conexões entre mulheres empreendedoras da Amazônia é ampliar suas potencialidades, valorizar conhecimentos ancestrais e manter a floresta em pé. Neste elo, a Rede de Saberes mapeia comunidades ribeirinhas da região e promove nestes locais oficinas sobre design, comunicação e negócios sustentáveis. De 4 a 16 de abril, o projeto leva sua jornada criativa à ilha de Cotijuba, distrito de Belém. As inscrições estão abertas e são voltadas exclusivamente para moradoras da localidade.

O papel feminino no mercado de trabalho e sustento familiar tem se ampliado. Metade das casas brasileiras já é chefiada por mulheres, de acordo com dados do IBGE. A Rede de Saberes é reflexo desse protagonismo. Concebido, realizado e voltado para mulheres, o projeto, contemplado pelo Prêmio Funarte Artes Visuais Periferias e Interiores 2021/2022, é uma parceria entre a Da Tribu, empresa de acessórios e biojoias, a Jambo, estúdio de design, e Movimento de Mulheres das Ilhas de Belém (MMIB), e apoio da Funbosque.


Além da jornada de formação, a Rede de Saberes vai realizar uma exposição com as peças criadas pelas participantes e produzir um catálogo digital com as peças desenvolvidas pelas comunidades ribeirinhas, para divulgar o portfólio das artesãs e fomentar a circulação dos produtos no mercado.

Oficinas

São 40 vagas para as oficinas presenciais “Vamos empreender”, ministrada por Tainah Fagundes; “Criando produtos”, com Sâmia Batista; e “Criando estampas”, com Reg Coimbra e Bruna Bastos.

“O projeto cria pontes entre o artesanato e o design. Essa interação é uma ferramenta para a valorização de produtos locais, ampliando possibilidades de geração de renda e autonomia feminina. Possibilita fortalecer a autoestima das participantes, uma vez que suas histórias de vida e seu fazer tradicional é o cerne criativo das peças”, destaca Tainah Fagundes.

Formada em Comunicação Social, especialista em Marketing, Idealização e Coordenação de Projetos Criativos, Tainah possui 15 anos de trajetória na área da Economia Criativa. Na oficina “Vamos empreender”, a cultura e a sustentabilidade servem de ponto de partida. Serão abordados temas para os desafios mais comuns na área do empreendedorismo e empregabilidade, como: liderança, marca pessoal, networking, negociação, finanças, comunicação e ferramentas digitais.

A professora e designer Sâmia Batista ministra a oficina “Criando produtos”. Também pesquisadora, ela trabalha com o desenvolvimento de produtos pautados pela vivência da comunidade, com abordagens participativas que estimulem a reflexão sobre suas realidades, seu território, as relações que os conectam e seus desafios. “Na oficina, vamos falar sobre Cotijuba, as realidades e as riquezas da ilha e como se pode criar produtos com nosso jeito e nossos recursos”, diz.

A oficina “Criando estampas” será ministrada pelas designers Bruna Bastos e Regina Coimbra, à frente do Jambo Estúdio. Bruna é ilustradora e atua no design gráfico e têxtil, com criações que estampam marcas nacionais de moda. Reg é pesquisadora e artista visual. A oficina da dupla busca estimular a criatividade e o reconhecimento da própria história e cultura por meio de técnicas de estamparia artesanal para produção de peças têxteis. “Acreditamos na importância do design como ferramenta para impulsionar mudanças sociais, facilitar a comunicação, promovendo conexões efetivas entre pessoas, projetos e causas”, destacam. “Vamos aprender a fazer estampas mesmo sem saber desenhar, com carimbos e moldes vazados para deixar os produtos mais exclusivos”.

Serviço: Rede de Saberes – Jornada criativa de design e artesanato, de 4 a 17 de abril, na ilha de Cotijuba. Inscrições pelo contato do MMIB 98500-2818 e 98404-8894.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square