top of page

Rosa de Saron libera faixa inédita do projeto “In Concert”

“Pensamentos felizes fazem a gente voar”. A frase de Peter Pan à Wendy, no livro de fantasia infantil de J. M. Barrie, é a premissa para o novo lançamento da banda Rosa de Saron, que disponibilizou, nesta sexta (03) em todas as plataformas de áudio e no YouTube, a quarta faixa de seu atual projeto, ‘In Concert’. Trata-se da segunda música inédita do audiovisual. “Terra do Nunca” é um convite para buscarmos as nossas lembranças mais felizes e continuar planando no ar, sem pressa para pousar.


Assim como o primeiro lançamento do projeto, ‘A Rosa e o Espinho’, a nova faixa também é uma composição do vocalista Bruno Faglione, que encontrou a ilha fictícia Terra do Nunca como fonte de inspiração e metáfora para aquilo que a Palavra ensina no livro de Lamentações, capítulo 3, versículo 21: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança”. Desta forma, Faglione nos convida a continuar com os pensamentos felizes, porque são eles que nos permitem voar.



Seguindo à risca o que dizem as suas músicas e vivendo o que se canta, a Rosa de Saron tem cultivado pensamentos felizes e isso tem se refletido em seus atuais lançamentos. Com apenas três faixas nas plataformas, a banda já conquistou mais de quatro milhões de streams, e segue otimista para o lançamento atual e para as demais faixas do álbum, que chegam aos aplicativos de música nos próximos meses.




In Concert no Theatro Municipal



No último dia 6 de agosto a banda Rosa de Saron encantou o público que foi até o Theatro Municipal de São Paulo para prestigiar a gravação de mais um projeto do grupo. Com participações do Padre Fábio de Melo, Kemuel, Leonardo Gonçalves, Mandume, a cantora lírica e soprano Carmen Monarcha e da orquestra sinfônica de Indaiatuba, regida pela renomada maestra Natália Larangeira, o DVD é o primeiro audiovisual que traz Faglione como vocalista.

Com impecável repertório que contém músicas de ânimo, alívio e um respiro de esperança em meio ao caos, o grupo emocionou os presentes com seu rock que contracenou com o erudito em grandes clássicos.


Comments


bottom of page