Veleiro pernambucano que vai para Alter do Chão faz parada em Belém

O Veleiro Pernambucano Unama/Toro, que participou das ultimas 8 edições da Regata de Fernando de Noronha(@refenoficial), recebendo várias premiações em sua categoria, inclusive neste ano de 2021, sairá no dia 20/10 para uma grandiosa aventura de mais de 1.000 milhas até Belém no Estado do Pará, e de lá por mais 500 milhas pelos rios da Amazônia chegando a destino turístico de Alter do chão.

O veleiro Unama/Toro, que desde a sua aquisição já navegou pelo litoral brasileiro, na Baia de Angra dos Reis, Baia de Guanabara, Baia de Camamu e Baia de todos os Santos no Estado da Bahia, já realizou expedição no Rio Real que separa os Estados da Bahia e de Sergipe, Rio vaza Barris em Sergipe e Rio São Francisco, tendo navegado desde a sua foz até a cidade de Penedo em alagoas.

“Este ano, em decorrência da parceria formada pelo 1º brallyamazon e Refeno, organizada pelo Cabanga Iate Clube, aproveitaremos a oportunidade já que a navegação pelo Rio amazonas e seus afluentes é de alta complexidade e pouco explorada por veleiros. O roteiro do Rally passa pela ilha de Marajó localizada na foz do Rio Amazonas, que é a maior ilha do Brasil e também a maior ilha fluviomarítima do mundo, Belém, Capital paraense que é referência mundial em gastronomia, tendo recebido o título internacional de Cidade Criativa da Gastronomia, concedido pela Unesco, e ainda Alter do Chão, as margens do Rio Tapajós que possui águas cristalinas, sendo considerada o Caribe Brasileiro, entre outros destinos fantásticos de floresta, declarou o Capitão Cleidson Nunes”



A organização do 1º Brallyamazon que já conta com mais de 15 veleiros inscritos, e de forma inédita, vai abrir o caminho para que os brasileiros possam navegar pela Amazônia com toda segurança e estrutura de apoio, o que certamente ajudará a desenvolver com sustentabilidade e acessibilidade o Turismo Náutico Brasileiro na região amazônica.

Por falar em acessibilidade, o Veleiro Unama/Toro foi o primeiro veleiro com acessibilidade a fazer viagens oceânicas, que permitiu ao médico Pernambucano Rodrigo Carvalho, a participar de uma aventura de mais de 300 milhas náuticas, já tendo participado em duas edições da Regata Recife Fernando de Noronha.

E também de forma inédita o Veleiro Unama/Toro, que tem como tripulante o Chef Biba Fernandes, dos restaurantes Chicama e Chiwake, foi o único veleiro da história dos pratos da boa lembrança e lançar pratos com receitas decorrente das experiências vividas a bordo e nas navegações oceânicas, já tendo lançado o prato” atum Noronhense” e “Peixe ao Toro” pratos que compõem os cardápios de seus restaurantes.



“ O ponto forte dos pratos que desenvolvo, parte da fusão de elementos da cozinha peruana e brasileira, nesta viagem pela Amazônia, pretendo descobri novos elementos da culinária amazônica, seus peixes, temperos e todos os segredos, e claro trazer todas estas novidades para os pernambucanos, declarou o Chef Biba Fernandes, dos restaurantes Chicama e Chiwake.

O veleiro Veleiro Unama/Toro tem como Capitão, um sertanejo da terra de lampião (Serra Talhada), que aos 9 anos, incentivado pelo seu tio começou a navegar, e desde então já acumula mais de 20 mil milhas náuticas, sendo um dos poucos pernambucanos que já navegou desde Recife até a Flórida nos EUA, passado por um grande número de ilhas no Caribe e Bahamas.

A tripulação do veleiro Veleiro Unama/Toro para expedição Amazônia 2021 será:

Capitão: Cleidson Nunes

1- Aníbal Fernandes Cardozo.

2- Janyo J B Diniz.

3- João Janguie Bezerra Diniz.

4- Orlando Moreira Nunes.

5- Paulo Frederico Bastos Soares.

6- Samuel Gustavo Cavalcanti.

7- Rodrigo Siqueira de Carvalho.



Posts Em Destaque
Posts Recentes