XXI Festival de Ópera do Theatro da Paz apresenta o recital 'Canções da Terra'

Mais uma programação do XXI Festival de Ópera do Theatro da Paz, acontece nesta sexta-feira (02), às 20h. Desta vez, será o Recital de Canção Brasileira 'Canções da Terra', resultado da turma da etapa pedagógica do Festival, que tem o objetivo de fazer uma aceleração dos artistas que estão no início de carreira e uma recapacitação de artistas já consolidados no Pará. A iniciativa é do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Theatro da Paz e Academia Paraense de Música (APM).


O recital está sendo coordenado por Carolina Faria, professora orientadora da etapa pedagógica e tem direção musical e piano da professora Ana Maria Adade. De acordo com a Carolina Faria, o recital de canção brasileira é resultado de mais de dois meses de trabalho em torno da canção de Câmara Brasileira, um dos temas abordados ao longo de 2022.


“Como professora, considero um tema fundamental por ser muito importante que a gente domine o canto na nossa própria língua, sendo cantor lírico ou sendo um cantor popular. Todo mundo que canta, antes de tudo, deve cantar bem em sua primeira língua e a turma concorda, vem junto e curte muito fazer esse programa”, afirmou.



Sete cantores líricos irão apresentar 24 canções de compositores e poetas já falecidos e outros ainda vivos, como o Marcos Nobre, Waldemar Henrique e Villa-Lobos. O programa tem a intenção de mostrar a prática que a turma desenvolveu ao longo dos últimos meses e vai começar apresentando os nossos compositores.


As peças cantam o Brasil e sua vida, a vida do povo. São canções de amor, de exaltação da terra, de contemplação da natureza com um olhar brasileiro. Os ritmos brasileiros estão presentes, o melódico brasileiro está presente, diz Carolina, que buscou fazer um trabalho o mais fiel possível estilisticamente à canção brasileira. “Eu falo muito para os meus alunos que não existe ninguém que possa fazer melhor essa canção de Câmara do que nós. Então, temos que ser muito atentos e muito empenhados em fazer o melhor possível dessa canção, não deixando que seja uma cópia da canção de Câmara de outros povos, pois temos autoridade sobre ela”.


Ainda segundo a professor, o público terá uma experiência maravilhosa com o recital. “O público [vai] conhecer novas vozes, ouvir vozes já conhecidas e especialmente viajar na nossa cultura, na nossa língua. Esperamos a casa cheia”, finalizou a professora.



Programa

'Canções da Terra'


Kézia Andrade

'Recomendação' - Babi de Oliveira (1908-1993)

'Ouve o silêncio' - Claudio Santoro (1919-1989)

'A Uma Gaivota' - Altino Pimenta (1921-2003)

'Uma Canção de Amor' - Waldemar Henrique (1905-1995)


Erica Paixão

'Azulão' - Jayme Ovalle (1894-1955)

'Singela Canção de Maria' - Babi de Oliveira (1908-1993)

'Estrela' - Altino Pimenta (1921-2003)


Ytanaã Figueiredo

'Sem-Seu' - Waldemar Henrique (1905-1995)

'Amor em Lágrimas' - Claudio Santoro (1919-1989)

Toada da Canoa' - Altino Pimenta (1921-2003)


Dulcianne Ribeiro

'O luar da minha terra' - Alberto Costa (1886 - 1934)

'Vela Morena' - Altino Pimenta (1921-2003)

'Suave Spleen' - Waldemar Henrique (1905-1995)


Tássia Tavares

'Trovas' - Alberto Nepomuceno (1864-1920)

'Exaltação' e

'Confissão' - Waldemar Henrique (1905-1995)


Hugo Harley

'Valsinha do Marajo'

'Fiz da vida uma canção'

'Minha Terra' e

'Uirapuru'

- Waldemar Henrique (1905-1995)


Elizabeth Moura

'Veleiros'

'Cair da Tarde'

'Melodia sentimental' e

'Canção de amor'

- Heitor Villa Lobos (1887-1959)



Serviço

Recital de Canção Brasileira 'Canções da Terra'

Data: 02 de setembro, às 20h

Local: Theatro da Paz

Os ingressos estarão disponíveis para retirada no dia do concerto, a partir das 9h, na bilheteria digital e na bilheteria do Theatro da Paz partir das 18h. Ingressos gratuitos (2 ingressos por CPF).


Texto: Úrsula Pereira (Ascom Theatro da Paz)


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square